Barra Cofina

Correio da Manhã

Desporto
7

ESTRELA E FARENSE EMPATAM

Estrela da Amadora e Farense proporcionaram ontem um mau espectáculo de futebol. Os espectadores deixaram o estádio José Gomes desiludidos e o empate (1-1), apesar de justo, acabou por frustar as expectativas de ambos os conjuntos.
24 de Fevereiro de 2003 às 00:33
Maki disputa com os tricolores Éder e Semedo a posse de bola
Maki disputa com os tricolores Éder e Semedo a posse de bola FOTO: Pedro Catarino
Um jogo que não deixou ningém satisfeito, apesar dos algarvios terem conquistado um ponto no terreno de um dos candidatos à subida, que com este resultado ficou a dois pontos do líder Alverca.

Nos primeiros 45 minutos a partida foi repartida pelo meio-campo, mas com os visitantes mais próximos da baliza do guarda-redes Veiga. A única situação de golo aconteceu já perto do intervalo e pertenceu ao Farense. Flamarion, num mau alívio, rematou de cabeça à barra da sua baliza, e na recarga Félix atirou ao poste esquerdo da baliza de Veiga.

Na segunda parte as duas equipas apareceram a jogar mais soltas e foram os donos da casa que se adiantaram no marcador (57 minutos), por intermédio de Doriva. O médio brasileiro aproveitou um excelente passe do internacional português sub-21 Semedo e rematou de pronto, batendo o guardião Cândido.

A perder pela diferença mínima, o técnico algarvio, Manuel Balela, mexeu na equipa e fez entrar o marroquino Hassan para o lugar de Maki, e depois colocou Patrick no lugar de Bruno Mestre. A partir daqui a ‘turma’ algarvia tornou-se mais perigosa e começou a causar calafrios junto da baliza de Veiga. E assim, fruto da forte pressão junto da baliza ‘tricolor’, o Farense conseguiu o golo da igualdade aos 83 minutos. Nabor, na transformação de um canto, solicitou Bruno Alves, que de cabeça bateu um ‘desamparado’ Veiga.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)