Barra Cofina

Correio da Manhã

Desporto
5

ESTRELA SEM BRILHO

O Estrela da Amadora sofreu ontem, em Barcelos, mais uma derrota ao ser goleado (5-1) pelo Gil Vicente e continua assim no último lugar da SuperLiga, onde conquistou apenas um ponto em cinco jornadas e sofreu 16 golos.
22 de Setembro de 2003 às 00:00
Ontem, a equipa de João Alves até nem começou mal o encontro e aos dois minutos já vencia, com um golo apontado por Júlio César. Os bons primeiros vinte minutos realizados pelos amadorenses faziam adivinhar uma surpresa, mas a expulsão de Júlio César, por palavras dirigidas ao árbitro, aos 29 minutos, veio complicar a tarefa dos tricolores.
Se a partir do minuto 20 o Estrela já vinha sentindo algumas dificuldades, após a expulsão do brasileiro a formação amadorense foi quase uma nulidade.
Os gilistas souberam então aproveitar a superioridade numérica e Mário Reis colocou em campo mais um avançado, Paulo Alves e até final da partida só deu mesmo Gil Vicente. Pelo meio, os golos foram surgindo com naturalidade. Gaspar (37’), Ferreira (51’), Paulo Alves (54’ e 61’) e Luís Loureiro (90’) foram os autores dos tentos, perante um Estrela da Amadora debilitado, desorientado e sem capacidade de reacção. Com mais esta derrota e uma exibição de fraco nível, os adeptos amadorenses têm razões para estar preocupados.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)