Barra Cofina

Correio da Manhã

Desporto
5

Ex-guarda-redes do Benfica perde filha

O guarda-redes alemão Robert Enke, que já representou o Benfica entre 1999 e 2002, está de luto pela morte da sua filha Lara, de dois anos, revelou esta segunda-feira um porta-voz do seu actual clube, o Hannover 96.
18 de Setembro de 2006 às 15:14
A menina não sobreviveu às complicações decorrentes de uma operação aos ouvidos, feita na semana passada na Escola Superior de Medicina de Hannover, e faleceu na madrugada de domingo.
Robert Enke e sua mulher, Teresa, sabiam que Lara nunca mais seria uma criança saudável, mas estavam a fazer os possíveis para que a criança pudesse ter, pelo menos, uma vida normal. O casal, que ficou profundamente abatido com a morte da filha, passou as últimas horas à cabeceira da menina no hospital, pouco depois de Enke ainda ter disputado, sábado, um jogo da Bundesliga entre o Hannover 96 e o Wolfsburgo.
Refira-se que Lara nasceu em Agosto de 2004 com uma grave anomalia no coração, conhecida por síndroma hipoplástico, e já tinha sido submetida a três cirurgias cardíacas. Os medicamentos que tinha de tomar prejudicaram a sua audição, e por isso os médicos resolveram operar a menina, numa altura em que o seu estado já era considerado estável, mas a tragédia acabou por acontecer.
Recorde-se que Enke jogou durante três épocas no Benfica, antes de, no final da temporada de 2002, se mudar para o Barcelona. Na Catalunha não foi feliz e regressou à Alemanha, após uma fugaz passagem pela Turquia. Na época passada voltou à ribalta, depois de ter sido eleito, a par do avançado Miloslav Klose (W. Bremen), o melhor jogador da Bundesliga.
Ver comentários