Barra Cofina

Correio da Manhã

Desporto
6

Ex-judoca olímpica morre aos 29 anos

A judoca austríaca Cláudia Heill, medalha de prata na categoria de -63 kg nos Jogos Olímpicos de Atenas, em 2004, morreu na madrugada desta quinta-feira, com 29 anos, revelou a Federação Austríaca de Judo.
31 de Março de 2011 às 16:35
Heil tinha iniciado estudos em gestão desportiva e treino de jovens
Heil tinha iniciado estudos em gestão desportiva e treino de jovens FOTO: d.r.

De acordo com fontes da polícia, citadas pela agência austríaca APA,  a antiga judoca, que terminara a carreira em Junho de 2009, morreu na  sequência de uma queda do sexto andar de um edifício, em Viena.

 

O corpo foi encontrado às 03h15 locais (02h15 em Lisboa) e a polícia  admite ter-se tratado de suicídio, devido à ausência de indícios de violência.

 

"A Cláudia era uma pessoa alegre e que com muitas ideias. Dedicou toda  a sua vida ao desporto", disse o presidente da Federação austríaca, Paul  Kutscher, endereçando os pêsames à família da ex-judoca.

Depois de abandonar o judo de alta competição, Heill iniciou os estudos  de gestão desportiva e o treino de jovens.

Judo morte jogos olímpicos medalha morte atleta
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)