Barra Cofina

Correio da Manhã

Desporto
9

Fã atropelado por carro em prova de todo-o-terreno corre risco de vida

Homem de 62 anos ficou debaixo da viatura, que se despistou numa curva apertada.
Hugo Rainho 27 de Outubro de 2019 às 09:39
Homem de 62 foi helitransportado para Lisboa em estado muito grave
Homem de 62 foi helitransportado para Lisboa em estado muito grave
Homem de 62 foi helitransportado para Lisboa em estado muito grave
Homem de 62 foi helitransportado para Lisboa em estado muito grave
Homem de 62 foi helitransportado para Lisboa em estado muito grave
Homem de 62 foi helitransportado para Lisboa em estado muito grave
Homem de 62 foi helitransportado para Lisboa em estado muito grave
Homem de 62 foi helitransportado para Lisboa em estado muito grave
Homem de 62 foi helitransportado para Lisboa em estado muito grave
Homem de 62 foi helitransportado para Lisboa em estado muito grave
Homem de 62 foi helitransportado para Lisboa em estado muito grave
Homem de 62 foi helitransportado para Lisboa em estado muito grave
Homem de 62 foi helitransportado para Lisboa em estado muito grave
Homem de 62 foi helitransportado para Lisboa em estado muito grave
Homem de 62 foi helitransportado para Lisboa em estado muito grave
Um homem de 62 anos ficou este sábado ferido com muita gravidade, correndo risco de vida, depois de ter sido atropelado por um dos carros que participava na Baja Portalegre 500, uma prova todo-o-terreno.

O espectador estava atrás da fita de segurança, a tirar fotografias, quando a viatura de Manuel Correia e Miguel Ramalho (Mitsubishi Racing Lancer) se despistou numa zona mais técnica: uma curva de 90 graus junto ao cemitério de Chanca, no concelho de Alter do Chão.

A vítima ficou debaixo do carro e sofreu um traumatismo craniano, um traumatismo torácico muito grave e traumatismos no abdómen e numa perna.

Foi assistida no local pelos meios de socorro afetos à prova e, apesar de ter sido acionado o helicóptero que estava de prevenção, o transporte foi feito numa ambulância do INEM para o Hospital de Portalegre.

Após exames complementares, ao fim da tarde foi decidido transportar o homem de helicóptero para o Hospital de São Francisco Xavier, em Lisboa, onde se encontra com um quadro de saúde reservado.

A organização da prova, o Automóvel Club de Portugal, lamentou o acidente e garantiu que cumpre as regras de segurança impostas pela Federação Internacional do Automóvel. Após o acidente, cujo alerta foi dado às 10h50, a Baja prosseguiu. O argentino Orlando Terranova (carros) e o alemão Sebastian Bühler (motos) foram os vencedores.
Ver comentários