Barra Cofina

Correio da Manhã

Desporto
9

Falta sobre Neymar fica sem castigo

Scolari queixa-se da FIFA e dos árbitros. Thiago Silva não é despenalizado.
8 de Julho de 2014 às 08:04
neymar, brasil, castigo, fifa, lesão, agressão
neymar, brasil, castigo, fifa, lesão, agressão FOTO: Reuters

O colombiano Juan Zúñiga não vai ser castigado pela FIFA pela falta cometida sobre Neymar, no lance que provocou a fratura da terceira vértebra lombar e o consequente afastamento do astro brasileiro do Mundial.

Segundo o Comité de Disciplina da prova, a joelhada no encontro entre Brasil e Colômbia (vitória dos canarinhos, por 2-1) não escapou aos olhos do árbitro - deu a lei da vantagem -, o que seria premissa obrigatória para uma decisão desse género.

A Confederação Brasileira de Futebol (CBF) vai recorrer. "A FIFA exagera para o Suárez e ao mesmo tempo fecha os olhos a isto", disse o ‘vice', Carlos Eugénio Lopes. O craque do Barcelona está mesmo de fora da competição e a CBF vai até apresentar queixa da conduta dos médicos que sugeriram que Neymar seria recuperável para a final.

Também Thiago Silva falha a meia-final de hoje com a Alemanha, depois de o pedido de despenalização - do cartão amarelo com a Colômbia - ter sido recusado. A decisão deixou Scolari em fúria, ele que, segundo a imprensa brasileira, reclamou ao líder da CBF, José Maria Marin, maior ação nos bastidores, já que entende estar a ser prejudicado pela FIFA e pelas arbitragens.

Entretanto, Joachim Löw pensa que o drama de Neymar até pode prejudicar a Alemanha. "Os golpes duros costumam despertar forças adicionais. A nossa missão ficou mais difícil", frisou o técnico alemão.

neymar brasil castigo fifa lesão agressão
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)