Barra Cofina

Correio da Manhã

Desporto
2

Fátima não fez milagre mostrou foi competência

O Fátima voltou a surpreender e depois de eliminar o FC Porto venceu ontem o Sporting por 2-1, no Restelo (os leões jogaram em casa emprestada porque a relva de Alvalade ainda não está pronta), na 1.ª mão da 4.ª eliminatória da Taça da Liga. O tiro de Falardo a sete minutos do fim fez a diferença, num jogo que o Fátima dominou na primeira parte e o Sporting na segunda.
21 de Outubro de 2007 às 00:00
Izmailov viu o seu Sporting ser travado no Restelo pelo modesto Fátima, da Liga de Honra
Izmailov viu o seu Sporting ser travado no Restelo pelo modesto Fátima, da Liga de Honra FOTO: Tiago Petinga, Lusa
Paulo Bento apostou numa equipa renovada, com apenas três habituais titulares, mas as segundas escolhas chumbaram no teste, em especial Celsinho, Farnerud e Purovic. O técnico recorreu às estrelas na segunda parte, mas nem assim evitou a derrota. Mérito, contudo, ao Fátima, 10.º da Liga de Honra, uma equipa séria que jogou de peito aberto e mereceu a vitória, assente em trabalho e competência e não em qualquer milagre.
Os primeiros minutos logo mostraram um Fátima descomplexado, perante um Sporting apático e incapaz de ligar o seu jogo. Os visitantes controlavam o meio-campo e lançavam ataques perigosos por intermédio de Marinho e Cícero. O golo do Fátima não surpreendeu ninguém. Tudo começou numa saída em falso de Tiago, com Airosa a chutar e Purovic a cortar com os braços. Pénalti que Cícero converteu. Esperava-se uma reacção do Sporting, mas o que se continuou a ver foi mais Fátima.
Ao intervalo, Paulo Bento fez entrar Miguel Veloso, João Moutinho e Romagnoli e tudo mudou. Os leões agarraram no jogo e os primeiros quinze minutos foram um sufoco para o Fátima. O golo do empate surgiu aos 53’, um golaço de Liedson em pontapé de moinho, após cruzamento de Abel. Com o Sporting sempre por cima, Tonel (55’) e Izmailov (69’) viram Pedro Duarte negar-lhes o golo. Mas os leões abrandaram o ritmo e o Fátima acabou por ser feliz, com um tiro de Falardo a dar a vitória, embora Tiago pudesse ter feito melhor.
BENTO: "FALTOU ORGANIZAÇÃO"
O treinador do Sporting não escondeu o seu descontentamento com o resultado. “Estivemos muito desorganizados e isso é que ditou a nossa derrota. Não faltou atitude, mas faltou organização”, disse, defendendo que a derrota não irá “afectar o grupo” para o jogo de terça-feira com a AS Roma, referente à Liga dos Campeões.
Já Rui Vitória, técnico do Fátima, mostrou-se orgulhoso. “Só quem não conhece a equipa é que fica surpreendido com o resultado”, referiu.
FICHA DO JOGO
Local: Estádio do Restelo, em Belém (6.000 espectadores)
Árbitro: Artur Soares Dias (Porto)
SPORTING: Tiago, Abel, Tonel, Gladstone (Miguel Veloso, 46m), Marian Had, Paredes, Farnerud (João Moutinho, 46m), Izmailov, Celsinho (Romagnoli, 46m), Liedson e Purovic. Treinador: Paulo Bento.
FÁTIMA: Pedro Duarte, Marco Airosa (Bispo, 68m), Jorge Teixeira, Veríssimo, Duarte Machado, João Fonseca, Miguel Xavier, Joel, Cícero (Saleiro, 79m), Ricardo Jorge (Falardo, 65m) e Marinho. Treinador: Rui Vitória.
Marcador: 0-1, Cícero (15m); 1-1, Liedson (53m); 1-2, Falardo (82m)
Acção disciplinar: Cartões amarelos – Purovic (15m), Miguel Xavier (71m), Romagnoli (78m), Pedro Duarte (89m)
Melhor jogador: Marinho
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)