Barra Cofina

Correio da Manhã

Desporto
8

FC Porto vence Sp. Braga e está com pé e meio no Jamor

Dragões, sem forçar, garantem vantagem praticamente decisiva na eliminatória e ganham também alento para o clássico do próximo sábado, com o Benfica.
Mário Pereira 27 de Fevereiro de 2019 às 01:30
FC Porto - Sp. Braga
FC Porto - Sp. Braga
FC Porto - Sp. Braga
FC Porto - Sp. Braga
FC Porto - Sp. Braga
FC Porto - Sp. Braga
FC Porto - Sp. Braga
FC Porto - Sp. Braga
FC Porto - Sp. Braga
FC Porto - Sp. Braga
FC Porto - Sp. Braga
FC Porto - Sp. Braga
FC Porto - Sp. Braga
FC Porto - Sp. Braga
FC Porto - Sp. Braga
FC Porto - Sp. Braga
FC Porto - Sp. Braga
FC Porto - Sp. Braga
FC Porto - Sp. Braga
FC Porto - Sp. Braga
FC Porto - Sp. Braga
FC Porto - Sp. Braga
FC Porto - Sp. Braga
FC Porto - Sp. Braga
FC Porto - Sp. Braga
FC Porto - Sp. Braga
FC Porto - Sp. Braga
FC Porto - Sp. Braga
FC Porto - Sp. Braga
FC Porto - Sp. Braga
FC Porto - Sp. Braga
FC Porto - Sp. Braga
FC Porto - Sp. Braga
FC Porto - Sp. Braga
FC Porto - Sp. Braga
FC Porto - Sp. Braga
FC Porto - Sp. Braga
FC Porto - Sp. Braga
FC Porto - Sp. Braga
FC Porto - Sp. Braga
FC Porto - Sp. Braga
FC Porto - Sp. Braga
FC Porto - Sp. Braga
FC Porto - Sp. Braga
FC Porto - Sp. Braga
FC Porto - Sp. Braga
FC Porto - Sp. Braga
FC Porto - Sp. Braga
FC Porto - Sp. Braga
FC Porto - Sp. Braga
FC Porto - Sp. Braga
FC Porto - Sp. Braga
FC Porto - Sp. Braga
FC Porto - Sp. Braga
FC Porto - Sp. Braga
FC Porto - Sp. Braga
FC Porto - Sp. Braga
FC Porto - Sp. Braga
FC Porto - Sp. Braga
FC Porto - Sp. Braga
FC Porto - Sp. Braga
FC Porto - Sp. Braga
FC Porto - Sp. Braga
FC Porto - Sp. Braga
FC Porto - Sp. Braga
FC Porto - Sp. Braga
FC Porto - Sp. Braga
FC Porto - Sp. Braga
FC Porto - Sp. Braga
FC Porto - Sp. Braga
FC Porto - Sp. Braga
FC Porto - Sp. Braga
FC Porto - Sp. Braga
FC Porto - Sp. Braga
FC Porto - Sp. Braga
FC Porto - Sp. Braga
FC Porto - Sp. Braga
FC Porto - Sp. Braga
FC Porto - Sp. Braga
FC Porto - Sp. Braga
FC Porto - Sp. Braga
FC Porto - Sp. Braga
FC Porto - Sp. Braga
FC Porto - Sp. Braga
FC Porto - Sp. Braga
FC Porto - Sp. Braga
FC Porto - Sp. Braga
FC Porto - Sp. Braga
FC Porto - Sp. Braga
FC Porto - Sp. Braga
FC Porto - Sp. Braga
FC Porto - Sp. Braga
FC Porto - Sp. Braga
FC Porto - Sp. Braga
FC Porto - Sp. Braga
FC Porto - Sp. Braga
FC Porto - Sp. Braga
FC Porto - Sp. Braga
FC Porto - Sp. Braga
FC Porto - Sp. Braga
FC Porto - Sp. Braga
FC Porto - Sp. Braga
FC Porto - Sp. Braga
FC Porto - Sp. Braga
FC Porto - Sp. Braga
O FC Porto meteu pé e meio na final da Taça de Portugal ao vencer em casa o Sp. Braga, por 3-0, em jogo da 1ª mão da meia-final. Num jogo que não chegou a empolgar, mas que também não foi arrastado, os dragões garantiram vantagem com golos de Alex Telles, de penálti, de Soares e de Brahimi.

E ganharam também alento para o clássico do próximo sábado, com o Benfica. Já a equipa de Abel Ferreira tem uma montanha gigantesca para subir, no jogo da segunda mão, aprazado para o dia 2 de abril.

Sérgio Conceição apostou no equilíbrio e no compromisso para este encontro. Levou a jogo um onze inteiramente capaz de criar a dinâmica necessária para ganhar vantagem na eliminatória, mas sem descurar a gestão da equipa, com o pensamento no jogo com o Benfica que aí vem.

Bastava olhar para o banco de suplentes para perceber isso: Casillas, Maxi Pereira, Militão, Danilo, Brahimi, Marega e Soares. Tudo gente ilustre, todos eles potenciais titulares do melhor FC Porto.

As primeiras impressões não foram as melhores. O Sp. Braga entrou melhor e foi possível identificar alguns desposicionamentos na defensiva dos dragões. Com mais algum atrevimento os minhotos poderiam ter tirado melhor partido desta situação.

Mas logo a poeira assentou. E quando isso aconteceu o FC Porto chegou com naturalidade ao golo, à custa de um erro de Marafona, que em vez de socar a bola, numa saída dos postes, socou a cabeça de Herrera. Penálti claro que Alex Telles não desperdiçou.

O Sp. Braga esperou pela segunda parte para deitar a cabeça de fora. A equipa surgiu mais esticada, o empate esteve perto de acontecer, mas a manta ficou curta. Com tranquilidade e também com classe. O 2-0 apareceu, por Soares, que após o intervalo rendeu Fernando Andrade; e o 3-0 por Brahimi, já nos descontos, um golo que sentencia a eliminatória.

Triunfo justo do FC Porto, mas pesado para o Sp. Braga.

ANÁLISE 
Gestão em movimento
Sérgio Conceição manteve a equipa com dinâmica sem forçar o andamento. Deixou no banco algumas primeiras figuras e lançou-as em momentos chave do jogo, numa gestão apuradíssima.

Por um canudo...
O Sp. Braga continua a revelar enormes dificuldades em jogar cara a cara com os grandes. Não se percebeu a troca, de risco zero, de Dyego Sousa por Paulinho.

Bem a deixar seguir
Boa arbitragem. Dúvidas num lance em que Fabiano choca com Bruno Viana. Muito bem no final a ignorar a indicação do auxiliar (falta sobre Óliver) e a deixar a bola seguir para o golo de Brahimi.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)