Barra Cofina

Correio da Manhã

Desporto
9

Federer diz que ameaças de morte o prejudicaram

O suíço Roger Federer, líder do ranking mundial de ténis, admitiu que ter sido alvo de ameaças de morte atrapalhou a preparação para o torneio de Xangai, mas garantiu estar agora apenas concentrado na prova do Masters Series.
7 de Outubro de 2012 às 14:39
"Obviamente que atrapalhou um bocado, mas temos de estar sempre atentos ao que nos rodeia. É o que se passa comigo onde quer que vá, pela minha fama. O facto de a ameaça ter saído na imprensa mudou um pouco as coisas", admitiu o jogador
'Obviamente que atrapalhou um bocado, mas temos de estar sempre atentos ao que nos rodeia. É o que se passa comigo onde quer que vá, pela minha fama. O facto de a ameaça ter saído na imprensa mudou um pouco as coisas', admitiu o jogador FOTO: Reuters

Na quinta-feira, os organizadores do Masters de Xangai reforçaram a segurança em torno de Federer, depois do suíço ter sido alvo de uma ameaça de morte online. Um blogger anónimo publicou um post num site chinês, em que dizia pretender "assassinar" o suíço.

"Obviamente que atrapalhou um bocado, mas temos de estar sempre atentos ao que nos rodeia. É o que se passa comigo onde quer que vá, pela minha fama. O facto de a ameaça ter saído na imprensa mudou um pouco as coisas", admitiu o jogador helvético.

Por esse motivo, Federer manifestou-se "um pouco desapontado" por a imprensa ter tido conhecimento desta ameaça, já que essa referência "pouco clara" tinha surgido num site e acabou por ser empolada pelos media.

"Foi uma coisa muito pequena, pouco clara e nada concreta. Tratava-se apenas de um fórum. Foi um pouco surpreendente para mim fazerem disso manchetes", admitiu Federer.

roger federer tenista ténis master series xangai ameaças de morte
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)