Barra Cofina

Correio da Manhã

Desporto
8

Fernando Santos prepara revolução em Moscovo

Portugal quer fechar a presença na Taça das Confederações com uma vitória.
João Pedro Óca 1 de Julho de 2017 às 09:56
Pepe (esq.), Ricardo Quaresma e  Nani são candidatos ao onze amanhã diante do México. O defesa-central luso-brasileiro foi o único que não esteve na partida contra o Chile (derrota nos penáltis), por castigo
Fernando Santos
Fernando Santos
Fernando Santos
Fernando Santos
Fernando Santos, selecionador nacional
Pepe (esq.), Ricardo Quaresma e  Nani são candidatos ao onze amanhã diante do México. O defesa-central luso-brasileiro foi o único que não esteve na partida contra o Chile (derrota nos penáltis), por castigo
Fernando Santos
Fernando Santos
Fernando Santos
Fernando Santos
Fernando Santos, selecionador nacional
Pepe (esq.), Ricardo Quaresma e  Nani são candidatos ao onze amanhã diante do México. O defesa-central luso-brasileiro foi o único que não esteve na partida contra o Chile (derrota nos penáltis), por castigo
Fernando Santos
Fernando Santos
Fernando Santos
Fernando Santos
Fernando Santos, selecionador nacional
Fernando Santos prepara uma revolução no onze para lutar por um lugar no pódio na Taça das Confederações. O selecionador vai dar minutos aos jogadores menos utilizados na prova e deverá promover as estreias de Beto, Neto e, eventualmente, de José Sá.

No duelo diante do México, amanhã (13h00) em Moscovo, espera-se que o onze seja formado por Beto na baliza, Nélson Semedo, Neto, Pepe e Eliseu na defesa, Danilo, Moutinho, Pizzi e Gelson no meio e Nani e André Silva na frente de ataque. Caso este cenário se confirme, são nove as alterações na equipa inicial face ao duelo diante do Chile nas meias-finais.

De resto, a estratégia do selecionador na competição tem passado pela mudança de vários jogadores de jogo para jogo, de modo a gerir a condição física da equipa numa prova curta, com jogos praticamente de três em três em dias, em que, como o técnico diz, "nem há tempo para treinar, apenas para recuperar".

Além da questão do cansaço, o facto de Portugal já não ter a possibilidade de conquistar o troféu, que era o principal objetivo, faz com que Fernando Santos procure dar uma oportunidade aos jogadores com menos tempo de jogo.

Este encontro encerra uma época extremamente desgastante para a maioria dos 23 convocados. Quase sem descanso, depois do Europeu de 2016, os jogadores juntaram-se aos trabalhos dos respetivos clubes e assim que terminou a época começaram a preparar o duelo de qualificação para o Mundial de 2018 com a Letónia e a Taça das Confederações.

PORMENORES
Níveis motivacionais
O grande problema de Fernando Santos na preparação para o jogo de amanhã passa por elevar os índices motivacionais da equipa após a derrota nos penáltis com o Chile.

Trabalho de ginásio

Antes do treino de ontem em Moscovo, os jogadores realizaram trabalho de ginásio nas instalações do Spartak de Moscovo.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)