Barra Cofina

Correio da Manhã

Desporto
2

FESTA DE PATERNIDADE VALE MULTA A COSTINHA

O centro-campista Costinha, ainda a recuperar da lesão contraída em Guimarães – traumatismo craniano – que o obrigou a ser hospitalizado, foi ‘apanhado’ a infringir o regulamento interno do FC Porto, estando agora sujeito ao pagamento de uma pesada multa pecuniária. Tudo porque, dias depois de abandonar a unidade hospitalar onde esteve internado, o jogador decidiu celebrar com alguns amigos o nascimento de uma filha – junta-se ao pequeno Hugo, o primeiro rebento do casal.
6 de Novembro de 2004 às 00:00
O pai, ‘babado’ e orgulhoso pelo nascimento da menina, e também feliz por ter tido alta médica, optou pela realização de um jantar, mas, de acordo com informações recolhidas pela SAD portista, o repasto prolongou-se para além do permitido. Sem contemplações, a SAD logo o informou da inevitabilidade da multa – os valores permanecem em segredo –, mas terá havido quem sugerisse a suspensão do trinco, suportando-se no facto do jogador estar a recuperar de lesão.
Valeu-lhe então, para além de uma folha de serviço exemplar e de uma conduta por todos elogiada, dentro e fora do campo, a defesa do técnico Victor Fernández, sensível aos argumentos de Costinha.
Bem à margem deste episódio, ontem, o médio-defensivo realizou treino integrado condicionado, não estando ainda confirmada a sua utilização no ‘clássico’ de segunda-feira, frente ao Sporting. A incógnita deverá manter-se até muito perto da hora do jogo, uma vez que o jogador ainda denota alguns condicionalismos, designadamente ao nível do jogo aéreo. Também Carlos Alberto e Pepe – realizaram apenas corrida – estão em dúvida para o jogo grande da 9.ª jornada da SuperLiga.
Já Nuno Valente, há muito afastado da competição, fez trabalho condicionado, mas a falta de ritmo deverá ser suficiente para o afastar das contas de Fernández. Luís Fabiano – ontem nem subiu ao relvado –, lesionado, e Bosingwa, castigado, são cartas fora do baralho.
FERNÁNDEZ REAGE
Entretanto, o técnico Victor Fernández só hoje reage ao castigo imposto pela Conselho de Disciplina da Federação Portuguesa de Futebol (FPF), que o impede de orientar do banco a equipa do FC Porto tanto no ‘clássico’, como também em Barcelos, na próxima ronda.
Treinador e FC Porto têm-se remetido ao silêncio, mas prevê-se que esta manhã, quando Fernández abordar o confronto com o Sporting, comente a sanção que lhe foi imposta, na sequência de alegados protestos aquando da eliminatória com o V. Guimarães para a Taça de Portugal.
Para o dia de hoje, o plantel tem agendado um treino matinal, a realizar no Centro de Estágios, à porta fechada.
DRAGÃO 'LOTADO' NO CLÁSSICO
O Estádio do Dragão deverá registar na próxima segunda-feira a primeira grande enchente da época, para a SuperLiga.
Apesar do jogo se realizar no primeiro dia da semana, a afluência às bilheteiras aponta para que as bancadas do Dragão recebam uma assistência na ordem dos cinquenta mil espectadores, tal como aconteceu no Euro’2004 ou no percurso vitorioso dos portistas rumo à conquista da Liga dos Campeões.
A barreira dos 40 mil lugares há muito foi ultrapassada e hoje a venda promete também ser em grande número, pois os ingressos estarão disponíveis para o público em geral.
Ver comentários