Barra Cofina

Correio da Manhã

Desporto
3

FIFA ameaça excluir Indonésia

A FIFA ameaçou, neste sábado, excluir a Federação Indonésia de Futebol, devido ao impasse resultante de um congresso extraordinário para eleger uma nova direcção para o organismo.
21 de Maio de 2011 às 13:26

Após mais de seis horas de debate, o líder do comité de normalização da federação, Agum Gumelar, que está mandatado pela FIFA para organizar as eleições, pôs termo à reunião, na sexta-feira, depois de seis horas de discussão infrutífera.  

Desta forma, a FIFA pode decidir punir a Indonésia com sanções que podem ir até à exclusão, depois de ter rejeitado as candidaturas do chefe do Estado-maior da Armada George Toisutta e do magnata do petróleo Arifin Panigoro.  

Os desentendimentos começaram em Janeiro, quando Panigoro lançou um campeonato dissidente com os clubes privados, deixando os clubes financiados pelas regiões no campeonato federativo.  

Entretanto, a federação ameaçou expulsar os jogadores estrangeiros, que alinhavam nos emblemas privados, assim como banir os indonésios de alinhar pela seleção.  

A FIFA exigiu então a eleição de uma nova direcção federativa, até 21 de Maio, sem Toisutta ou Panigoro, nem Nourdin Halid, presidente do organismo durante dois anos, mas é acusado de fraude e suspeita de corrupção.  

fifa futebol indonésia
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)