Barra Cofina

Correio da Manhã

Desporto
7

Figo dispensado no final da época

Definitivamente Luís Figo não entra nos planos do treinador do Real Madrid, Vanderlei Luxemburgo, para a próxima temporada. A informação foi ontem recolhida pelo jornal madrileno ‘AS’, que cita uma fonte da direcção dos ‘merengues’.
17 de Maio de 2005 às 00:00
Luís Figo deverá separar-se do amigo Zidane no final desta temporada
Luís Figo deverá separar-se do amigo Zidane no final desta temporada FOTO: Reuters
“O nosso treinador está apostado em renovar a equipa, com futebolistas mais jovens. Figo deu muito pelo Real, mas há que dar oportunidades aos mais jovens. Ele ficará para sempre na história do nosso clube, mas de certeza que não quererá um outro ano como este”, lia-se.
Luís Figo só termina contrato com os ‘merengues’ no final da próxima temporada. No entanto, desde o início da presente época que se adivinhava este desfecho, dado que o presidente do Real Madrid, Florentino Pérez, nunca se mostrou disponível para renovar contrato com o extremo português. E com a chegada do brasileiro Vanderlei Luxemburgo tudo se precipitou. O internacional português ainda realizou alguns jogos como titular, mas a 10 de Abril – no confronto com o Barcelona no Santiago Bernabéu –, começou o ‘calvário’ para o ex-jogador do Sporting.
Desde então Figo só tem entrado nas segundas partes de cada encontro e nem com a lesão de David Beckham conseguiu um lugar no ‘onze’. É que Luxemburgo preferiu o médio espanhol Guti.
Agora o Real Madrid pretende negociar a rescisão de contrato com Luís Figo no final da presente temporada. Ainda segundo aquele diário espanhol, os dirigentes do Real Madrid pretendem dar a ‘carta de liberdade’ ao internacional português, para que este procure dar um novo rumo à sua carreira desportiva.
Aos 32 anos Luís Figo – que depois de uma ausência de dez meses da Selecção Nacional está de volta aos pré-convocados de Luiz Felipe Scolari – parece, contudo, longe do final da sua carreira. E os interessados nos seus préstimos continuam a ser mais que muitos. Clubes dos Emirados Árabes Unidos, do Japão e do próprio Brasil (São Paulo) já lhe ‘piscaram o olho’, mas o seu destino será, com certeza, outro. Até porque também de Inglaterra (Newcastle, Manchester United e Liverpool) e de Itália (Inter de Milão) há quem ‘chame’ pelo n.º7 de Portugal.
Ver comentários