Barra Cofina

Correio da Manhã

Desporto

Final de esperanças no 18º Estoril Open

Novak Djokovic (Sérvia) e Richard Gasquet (França) disputam hoje a final da 18.ª edição do Estoril Open, após eliminarem Tommy Robredo e Paul-Henri Mathieu, respectivamente.
6 de Maio de 2007 às 00:00
Final de esperanças no 18º Estoril Open
Final de esperanças no 18º Estoril Open FOTO: Fotomontagem CM
Ontem, o tenista sérvio, quinto do ranking mundial com apenas 19 anos, tornou fácil o que se antevia difícil. Perante o segundo cabeça de série do torneio, Djokovic ainda teve um primeiro set complicado (7-5). Porém, o segundo jogo (6-1) revelou toda a sua força.
“Hoje correu tudo bem. Estava com medo de não recuperar ”, revelou Djokovic, que ontem teve a oportunidade de conhecer a maior figura do ‘seu’ clube – Eusébio. “Não o reconheci logo, mas quando ele disse o nome fiquei muito feliz. Conheço-o, pois sou um apaixonado por futebol”, confessou Novak Djokovic, que se estreou na competição com a camisola do Benfica.
Mais simples foi a partida que cruzou os dois tenistas franceses. Paul-Henri Mathieu não aguentou as dores na perna direita – devido a uma contractura – e desistiu ao fim de apenas quatro jogo, naquela que foi a meia-final mais curta da história do torneio (17 minutos). Richard Gasquet, 15.º da hierarquia mundial, aos 20 anos não escondeu um misto de sentimentos pela final. “Estou feliz, mas também triste, porque sou amigo do Mathieu”, disse Gasquet, acrescentando a sua esperança em contrariar o maior favoritismo de Djokovic: “Sei que se jogar bem posso ganhar.”
MULHERES NO "PARAÍSO"
Victoria Azarenka, 68.ª do ranking mundial, não teve dificuldade para vencer Lucie Safarova, campeã do Estoril Open em 2005, necessitando apenas de 67 minutos para fechar o encontro (6-4 e 6-0). “Ainda não me sinto na final. É como estar no paraíso”, confessou a atleta treinada pelo português António Van Grichen. Do outro lado do court estará a surpresa da competição: Greta Arn. A tenista alemã impôs o seu jogo à espanhola Nuria Vives (7-6 e 6-2) e deu sequência às vitórias que começaram ainda na fase de qualificação: “É a primeira final. Estou no paraíso”.
PARES - VENCEDORAS
Andreea Ehritt-Vanc (Roménia) e Anastasia Rodionova (Rússia) venceram ontem a final de pares femininos ao derrotarem (6-3 e 6-2) a dupla espanhola Lourdes Lino e Arantxa Santonja.
AZARENKA - PRÉMIO
Victoria Azarenka esteve ontem no stand da marca de telemóveis Ericsson, tendo sido premiada com um dos modelos mais recentes. Destaque para os vários seguranças que acompanharam a visita.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)