Barra Cofina

Correio da Manhã

Desporto
7

Final Federer-Nadal no horizonte?

Todos os cenários eram possíveis à partida para a jornada de quinta-feira do ATP World Tour Finals – mas os favoritos do Grupo B simplificaram a situação: Roger Federer e Andy Murray qualificaram-se para as meias-finais e esperam pelos desfechos de sexta-feira para conhecer os seus adversários. E vislumbra-se no horizonte uma final Federer-Nadal…
26 de Novembro de 2010 às 00:18
O tenista suíço, Roger Federer
O tenista suíço, Roger Federer FOTO: Andy Rain/Epa

Uma das mais celebradas rivalidades da história da modalidade (que talvez já tenha mesmo ultrapassado em fama os duelos Bjorn Borg-John McEnroe e Pete Sampras-Andre Agassi) pode conhecer um novo capítulo na cimeira de final de ano que está a decorrer em Londres: Roger Federer já fez a sua parte ao terminar em primeiro lugar no seu grupo, Rafael Nadal está bem encaminhado para o fazer na respectiva poule de apuramento. O suíço e o espanhol já mediram forças nas finais de três dos quatro torneios do Grand Slam (Open da Austrália, Roland Garros e Wimbledon), mas nunca se defrontaram no derradeiro encontro do US Open e do torneio dos mestres, que passa por ser o quinto mais importante título do ténis.

A jornada de quinta-feira mantinha todos os cenários possíveis no respeitante ao Grupo B, mas os favoritos estiveram à altura e dispensaram qualquer recurso à máquina calculador. À tarde, Roger Federer resolveu logo a sua parte da equação ao derrotar Robin Soderling por 7-6 e 6-3 – fechando a sua prestação na fase prévia sem a cedência de qualquer set (o único dos oito mestres com um registo imaculado) e revelando uma forma imperial: só perdeu 20 jogos nos seis sets que ganhou, o seu melhor registo de sempre na fase de grupos em nove participações no Masters. À noite, Andy Murray selou a qualificação logo com a conquista da primeira partida face a David Ferrer e selou a vitória através de um duplo 6-2.

«Nem sequer me debrucei sobre os vários cenários de qualificação, eram demasiados e muito complicados», desabafou Roger Federer. Mas, ao contrário da complexa contabilidade requerida em 2009, não foi preciso: o campeoníssimo suíço terminou destacado na primeira posição com três vitórias e o escocês com duas; fora de prova ficaram o sueco (uma vitória e duas derrotas) e o espanhol (três derrotas). Relativamente às meias-finais, já se sabe: Federer irá medir forças com o segundo do Grupo A e Murray com o primeiro. Quem serão eles?

DIGNO DE NÚMERO UM

A esmagadora maioria dos aficionados ambiciona mais uma final de sonho entre Roger Federer e Rafael Nadal – e também que o herói local Andy Murray e o carismático Novak Djokovic integrem o lote de semifinalistas. Seria a perfeita quadratura do círculo, uma vez que se tratam dos quatro mais credenciados jogadores da actualidade e também os quatro primeiros no ranking de final de ano (o escocês recuperou o quarto lugar a Soderling).

Mas a situação do Grupo A, antes da terceira e última jornada da respectiva poule de qualificação, permanece dúbia e poderá ser necessário recorrer a muita matemática – número de sets e número de jogos ganhos – para definir os dois restantes apurados para as meias-finais. Rafael Nadal é quem está melhor: tem duas vitórias em dois encontros (4-1 em sets), confirmando a sua categoria mesmo longe do seu habitat natural (dos 43 títulos da sua carreira, só um foi em recinto coberto!); depois vêem Novak Djokovic e Tomas Berdych com uma vitória e uma derrota (ambos com 2-2 em sets); finalmente, Andy Roddick com duas derrotas (1-4 em sets).

Se na noite de quarta-feira Nadal bateu Djokovic numa reedição da final do US Open, nesta sexta-feira irá reeditar a final de Wimbledon perante Berdych, enquanto Djokovic defronta Roddick. De todos, Roddick é quem está praticamente fora da corrida – mas poderá influir no apuramento dos outros. O campeoníssimo espanhol é o único com o destino nas suas mãos: uma vitória dá-lhe o primeiro lugar na poule e permite-lhe evitar o arqui-rival Federer nas meias-finais; até pode bastar-lhe ganhar um set para se apurar…

PERGUNTEM AO MARADONA

A famosa/infame frase «Perguntem ao Queiroz», de Cristiano Ronaldo no Mundial de Futebol, ficou para a posteridade; perante os vários cenários possíveis no Grupo A, é caso para dizer «Perguntem ao Maradona» para chegar a um veredicto. É que o astro do futebol está completamente obcecado com a competição – e, à semelhança de todos os dias desde o início da prova, deverá voltar à tarde e à noite para ver os encontros de Nadal e de Djokovic. Na quinta-feira voltou a marcar presença nos camarotes da Arena O2 e até houve alguém que, das bancadas, o aconselhou a estabelecer residência no pavilhão londrino: «Diego, tens é de arranjar um quarto aqui!».

Não se sabe se à pergunta «Quem do Grupo A vai passar às meias-finais?» o bem informado Maradona responderia com a tirada «prognósticos só no final dos encontros», mas convém sublinhar o seguinte: se a edição de 2009 do ATP World Tour Finals foi caracterizada pelo extremo equilíbrio com DEZ (10) de QUINZE (15) confrontos resolvidos numa terceira partida, este ano houve somente UM (1) duelo em três sets num total de DEZ (10) realizados até ao momento….

PROGRAMA

SEXTA-FEIRA, 26 DE NOVEMBRO

Grupo A:

-- Rafael Nadal-Tomas Berdych, às 14 horas

-- Novak Djokovic-Andy Roddick, às 20 horas

SÁBADO, 27 DE NOVEMBRO

Meias-finais:

-- Roger Federer-segundo do Grupo A

-- Andy Murray—primeiro do Grupo A

RESULTADOS

DOMINGO, 21 DE NOVEMBRO

Grupo B:

-- Andy Murray-Robin Soderling, 6-2 e 6-4

-- Roger Federer-David Ferrer, 6-1 e 6-4.

SEGUNDA-FEIRA, 22 DE NOVEMBRO

Grupo A:

-- Novak Djokovic-Tomas Berdych, 6-3 e 6-3

-- Rafael Nadal-Andy Roddick, 3-6, 7-6 e 6-4.

TERÇA-FEIRA, 23 DE NOVEMBRO

Grupo B:

-- Roger Federer-Andy Murray, 6-4, 6-2

-- Robin Soderling-David Ferrer, 7-5, 7-5

QUARTA-FEIRA, 24 DE NOVEMBRO

Grupo A:

-- Tomas Berdych-Andy Roddick, 7-5, 6-3

-- Rafael Nadal-Novak Djokovic, 7-5, 6-2

QUINTA-FEIRA, 25 DE NOVEMBRO

Grupo B:

-- Roger Federer-Robin Soderling, 7-6, 6-3

 

-- Andy Murray- David Ferrer, 6-2, 6-2

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)