Barra Cofina

Correio da Manhã

Desporto
4

Foi há dez anos: de Alvalade para o Mundo

Faz amanhã dez anos. Uma década sobre o dia do primeiro treino integrado no plantel sénior do Sporting, curiosamente o mesmo dia em que o Sporting celebra a data da sua fundação, em 1906. Cristiano Ronaldo tinha então 17 anos e dava o primeiro passo numa escalada que o elevou à condição de um dos melhores jogadores do Mundo e estrela planetária.
30 de Junho de 2012 às 15:00
Romeno de origem húngara, Laszlo Bölöni foi o treinador que lançou Ronaldo no futebol sénior. Uma coroa de glória, a juntar ao título de 2001/02
Romeno de origem húngara, Laszlo Bölöni foi o treinador que lançou Ronaldo no futebol sénior. Uma coroa de glória, a juntar ao título de 2001/02 FOTO: Miguel Barreira

O romeno Laszlo Bölöni era o treinador e o Sporting ostentava o título de campeão nacional, ganho na época anterior com fortes contributos de um super Jardel e um João Pinto em grande forma. Timidamente, no início dessa época de 2002/03, Ronaldo foi conquistando o seu espaço em Alvalade e antes de atingir a maioridade, ganhou direito a figurar na primeira equipa leonina, ainda com idade de júnior. Mas já então lhe tinham sido detectados detalhes e pormenores dignos de um fora-de-série.

Ronaldo acabou por só passar uma época em Alvalade, numa temporada atribulada, marcada pelos problemas pessoais de Mário Jardel e pelo fim de ciclo de Bölöni, que no final dessa época saiu do clube. Antes de começar a época seguinte à da estreia, Ronaldo já era cobiçado pelo Mundo. Foi para o Man. United, bateu o recorde mundial de transferências para o Real Madrid (94 milhões de euros), cobriu-se de dinheiro, fama e glória. Mas tudo começou naquele dia 1 de Julho de 2002. Foi há dez anos.

DISCURSO DIRECTO

"RONALDO QUERIA ATINGIR A PERFEIÇÃO", Rolão Preto, antigo treinador de Cristiano Ronaldo

Correio Sport – Ronaldo estreou-se nos seniores pela mão da dupla Bölöni e Rolão Preto. O que recorda dele?

Rolão Preto – Era um jovem que aliava grandes qualidades técnicas a uma mentalidade já muito forte e a uma enorme vontade de atingir a perfeição.

– O que o distinguia?

– A atitude. Era muito forte, mesmo nos treinos. Lembro--me de que ele ficava mais uma hora após o treino, a apurar exercícios de finalização.

– Ronaldo tinha predisposição para ouvir, ou, pelo talento que já então tinha, ele achava que já sabia tudo?

– Não. Ronaldo estava sempre disposto a ouvir conselhos, a aprender. Era um jovem que queria desafiar-se a si próprio e ultrapassar limites.

– Ele foi lançado no segundo ano do Rolão na equipa técnica. Porquê?

– Houve um aconselhamento do departamento médico do Sporting, na altura, para no nosso primeiro ano ele não ter cargas de trabalho tão intensas, pois estava na puberdade.

– Ficou surpreendido com o sucesso dele?

– Não, sempre acreditei que ele iria ser um dos melhores jogadores do Mundo.

RONALDO FUTEBOL CRISTIANO RONALDO SPORTING ALVALADE REAL MADRID MANCHESTER UNITED
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)