Barra Cofina

Correio da Manhã

Desporto
8

FORÇA BRACARENSE VALEU TRÊS PONTOS

Um golo solitário do argentino Bordi valeu ontem três pontos ao Sp. Braga (mantém o 5.º lugar), no encontro que abriu a 7.ª jornada da SuperLiga, com o Boavista a sair derrotado do 1.º de Maio, muito por culpa da falta de ambição na procura do triunfo.
20 de Outubro de 2002 às 00:19
A luta a meio-campo foi a nota dominante ao longo dos 90 minutos, mas as constante faltas parte a parte (55) tornaram a luta num espectáculo pouco bonito, com o jogo a ser valorizado pela constante procura dos três pontos por parte dos anfitriões.

Se na 1.ª parte o Boavista tentou sempre construir os seus lances de ataque com alguma serenidade – o que não trouxe qualquer resultado, uma vez que se notava a falta evidente de um jogador que pudesse pensar o jogo a meio-campo –, já os bracarenses optavam pelo contra-ataque para tentar surpreender o “onze” forasteiro. Castanheira (6m) e Bordi (28) protagonizaram dois lances que apanharam os boavisteiros de surpresa, mas se na primeira jogada o guarda-redes Ricardo mostrou toda a sua qualidade perante as intenções de Castanheira, já na segunda Bordi, isolado perante o guardião “axadrezado”, optou pela pior solução ao tentar servir Wender quando podia ter rematado.

Em cima do intervalo, após investida pela direita, Bodunha, praticamente em cima da linha de fundo, rematou forte, mas Ricardo defendeu com uma palmada para canto.

Jaime Pacheco, percebendo que lhe faltava um organizador de jogo, colocou na etapa complementar o boliviano Sanchez, mas a orientação do encontro não mudou, com o Boavista a mostrar um futebol trapalhão, enquanto os donos da ‘casa’ continuavam com o sinal mais. À passagem da hora de jogo, os ‘arsenalistas’ chegaram ao merecido golo, com Bordi – primeiro golo na Superliga – a corresponder da melhor maneira a um cruzamento da esquerda de Castanheira.

A esperada reacção do Boavista acabou por não acontecer, e o Sp. Braga teve mesmo oportunidade para ampliar o “score”, mas Ricardo defendeu uma “bomba” de Zé Roberto num livre directo.

Os três pontos ficaram entregues à equipa mais ambiciosa.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)