Barra Cofina

Correio da Manhã

Desporto
2

FPF defende Augusto Duarte

Carlos Esteves, presidente do Conselho de Arbitragem da Federação Portuguesa de Futebol (FPF), saiu ontem em defesa do árbitro Augusto Duarte, alvo das críticas do P. Ferreira após a derrota (4-1) com o Benfica na Taça de Portugal, por ter assinalado dois penáltis e por estar ligado ao processo ‘Apito Dourado’.
12 de Fevereiro de 2008 às 00:30
“Augusto Duarte está a dirigir jogos desde o início da época, sem qualquer problema. Não há nada que impeça que ele seja nomeado e ele até já fez oito jogos na Liga. Se pode dirigir jogos e nunca houve contestação, o estatuto de arguido ou não arguido não se alterou de um dia para o outro”, disse o dirigente à Renascença.
Carlos Esteves considera que o juiz bracarense realizou “uma boa actuação” e desvalorizou a ligação de Augusto Duarte ao ‘Apito Dourado’: “O Conselho de Arbitragem da FPF não viu qualquer inconveniente na sua nomeação.”
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)