Barra Cofina

Correio da Manhã

Desporto
5

Frederico Gil cai aos pés de Gasquet

Acabou o sonho de Frederico Gil em reeditar a presença do ano passado nos quartos-de-final do Estoril Open. O tenista português despediu-se perante Richard Gasquet em apenas dois sets (1h04m), com os parciais de 6-1 e 6-2.
4 de Maio de 2007 às 00:00
O desnível entre o francês, 15.º do ranking, e Gil, que ostenta o número 142, foi evidente desde o início da partida e nem o apoio do público no court central foi capaz de levar o português à vitória.
A superioridade de Gasquet não evitou algumas queixas de alegada falta de desportivismo de Gil, o que levou mesmo o árbitro a chamar o português à atenção.
“Houve ocasiões em que Gil prolongava os gritos depois das pancadas, o que revela alguma falta de fair-play”, sublinhou o gaulês.
Indiferente aos comentários, Gil mostrou-se triste pela eliminação e atribuiu os gritos a uma maneira de ganhar confiança: “Só estava preocupado em jogar, era a minha forma natural de estar no court.” O único português a passar a primeira ronda em duas edições consecutivas agradeceu o apoio do público e prometeu mais para o futuro. “Saio com pena porque joguei aquém do que sei. Acho que posso fazer muito mais”, assegurou Gil.
ROBREDO SOFRE PARA PASSAR OS 'QUARTOS'
Tommy Robredo foi obrigado a um terceiro set contra o compatriota Alberto Martin para assegurar um lugar nos quartos-de-final. 2h27m foi quanto o segundo cabeça de série precisou para afastar Martin. Mais sorte teve o argentino Agustin Calleri. Após um primeiro set difícil em que venceu com o parcial de 7-5, Calleri começou também a ganhar no segundo set até ao momento em que Juan del Potro desistiu.
Vincent Spadea eliminou a revelação Olivier Patience em três sets e vai enfrentar o carrasco de Frederico Gil: Richard Gasquet. No entanto, Portugal continua representado na prova através de Pedro Sousa e Gastão Elias, que beneficiaram da desistência de Luis Horna e Juan Monaco.
V. SPADEA ASSEGURA ESTATUTO
O experiente tenista norte-americano fez valer o seu estatuto frente à revelação Olivier Patience, que eliminara o favorito Nikolay Davydenko.
V. AZARENKA VITORIOSA
A tenista bielorrussa, orientada pelo português António Van Grichen, foi a figura feminina do dia ao eliminar Francesca Schiavone.
NÚMERO DO DIA: 44
O match tie-break do jogo de pares de ontem entre Montanes/Hidalgo (ESP) e Aspelin/Cermak (SUE/CZE) entrou para a história do ténis. Após a vitória no primeiro set dos tenistas espanhóis por 7-6, a dupla adversária esmagou com 6-1 no segundo set, empurrando a decisão para tie-break, onde se assistiu a uma longa luta de 44 pontos para encontrar um vencedor.
FRASE DO DIA
"Acredito que vou ser um dos jogadores do top 100" - Frederico Gil
PROGRAMA
Court central (11h00)
L. Dominguez Lino (ESP) - Lucie Safarova (CZE)
Segue-se, a partir das 13h45
Vincent Spadea (EUA) – Richard Gasquet (FRA)
Segue-se, a partir das 16h00
G. Garcia-Lopez (ESP) – JNoak HDjokovic (SER) Elias/Sousa (POR) – Melo/Sa (BRA)
Centralito (12h00)
Victoria Azarenka (BIE) – G. Dulko (ARG)
Paul-Henri Mathieu (FRA) - Juan Monaco (ARG)
Agustin Calleri (ARG) – Tommy Robredo (ESP)
Court 1 (Nunca antes das 12h00)
Greta Arn (ALE) – Sofia Arvidsson (SUE)
Marion Bartoli (FRA) – Nuria L. Vives (ESP)
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)