Barra Cofina

Correio da Manhã

Desporto
9

Futebol unido na dor de Jorge Mendes

A calma e a serenidade da cidade de Viana do Castelo foram ontem à tarde perturbadas pela presença de inúmeras figuras do futebol português, que quiseram prestar o seu apoio ao empresário Jorge Mendes. Nove meses depois de o irmão ter morrido num acidente de bicicleta, a mãe do agente, Maria Agostinha, de 86 anos, foi vítima de um ataque cardíaco.
15 de Julho de 2010 às 00:30
n Cristiano Ronaldo foi ao funeral da mãe do empresário acompanhado pelo cunhado Zé (à esq.) e de elementos da Gestifute
n Cristiano Ronaldo foi ao funeral da mãe do empresário acompanhado pelo cunhado Zé (à esq.) e de elementos da Gestifute FOTO: Nuno Fernandes Veiga

Sempre abraçado à mulher e ao pai, Jorge Mendes recebeu o apoio de inúmeras figuras públicas, entre as quais se destacou Cristiano Ronaldo, seu agenciado e amigo de longa data. A estrela do Real Madrid deixou o filho ao cuidado das irmãs no Algarve e rumou ao Norte do País com a mãe, Dolores Aveiro, e com o cunhado Zé.

Na chegada à igreja, o craque abraçou Jorge Mendes, que não conseguiu esconder a emoção. 'Ter os amigos aqui, e em especial pessoas como o Cristiano Ronaldo, é muito importante para ele. Ele precisa de muito apoio neste momento', revelou ao CM um amigo de longa data do empresário.

A chegada de Ronaldo e de outros craques do futebol, como Pepe, Capucho e Caneira, à pacata cidade fez com que por momentos os habitantes se esquecessem de que se tratava de um funeral. Algumas dezenas de fãs aglomeraram--se junto à igreja na expectativa de conseguir um autógrafo. Durante duas horas, as aulas foram mesmo suspensas na escola de Formandos do Jardim de Santo António para permitir que os jovens pudessem ver os futebolistas.

Rodeado de três seguranças, CR9 reagiu mal ao assédio dos fãs. 'Um grupo de crianças da escola ficou entusiasmado e correu em direcção a ele. Mas foram logo barrados por seguranças', contou ao CM Odete Costa, da escola de Formandos. Ronaldo mostrou-se de tal forma incomodado que nem chegou a acompanhar o cortejo até ao cemitério. Terminada a cerimónia na igreja, saiu com a família por uma porta lateral, em direcção ao aeroporto.

A dor de Jorge Mendes juntou ainda Pinto da Costa e Luís Filipe Vieira, que também marcaram presença. Por momentos, os dirigentes esqueceram as divergências que os separam e estiveram na igreja a apoiar o agente desportivo.

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)