Barra Cofina

Correio da Manhã

Desporto
1

Futebolistas negros voltam a ser alvos de racistas

Vários futebolistas têm sofrido insultos racistas em jogos da Liga dos Campeões e da Liga Europa. O médio do Chelsea John Obi Mikel foi assobiado durante a partida contra a Juventus e jogadores negros do Tottenham foram, aparentemente, insultados durante o jogo contra Lázio.
21 de Setembro de 2012 às 14:00
Mikel foi assobiado depois de ter feito um mau passe que esteve na origem do golo do empate 2-2 da Juventus no jogo da Liga dos Campeões, quarta-feira
Mikel foi assobiado depois de ter feito um mau passe que esteve na origem do golo do empate 2-2 da Juventus no jogo da Liga dos Campeões, quarta-feira FOTO: Andy Rain/EPA

Os assobios foram dirigidos ao médio Mikel, depois de o internacional da Nigéria ter feito um mau passe que esteve na origem do golo da Juventus que esteve na origem do empate a 2-2 num jogo a contar para a Liga dos Campeões, disputado nesta quarta-feira.

Mikel, que já pediu desculpas pelo passe falhado, em Stamford Bridge, acabou por fechar a sua conta no Twitter devido às mensagens racistas.

"Estamos conscientes dos assobios racistas dirigidos ao Mikel, que consideramos totalmente inaceitáveis, nojentos e repugnantes. Informámos a polícia e esperamos as medidas mais fortes possíveis", avançou o Chelsea em comunicado.

Já na quinta-feira à noite, em White Hart Lane, os adeptos da Lazio imitaram, alegadamente, gritos de macaco para os jogadores do Tottenham, Jermain Defoe, Aaron Lennon e Andros Townsend, no jogo entre as duas equipas, que terminou empatado a zero golos.

O presidente da UEFA, Michel Platini, assistiu ao jogo da Liga Europa, pelo que o técnico português do Tottenham, André Villas-Boas, espera que o organismo que rege o futebol europeu tome medidas, caso seja provado o caso.

"A UEFA é muito activa neste tipo de situações e o nosso objectivo é erradicar o racismo do futebol. Não posso apontar o dedo a ninguém pois não ouvi nada. As autoridades é que têm de seguir para decidir se fazem qualquer tipo de investigação", disse Villas-Boas no final do jogo.

Na quarta-feira, um grupo de deputados da comissão de Cultura, Media e Desporto do parlamento britânico identificou o racismo como um "problema importante" no futebol inglês e pediu a intervenção da federação (FA) para combater este problema.

O presidente desta comissão, John Whittingdale, reconheceu que várias campanhas nos últimos anos ajudaram a combater o racismo no futebol inglês, embora tenha sublinhado a necessidade de novas soluções.

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)