Barra Cofina

Correio da Manhã

Desporto
6

Futsal: Benfica vence Sporting por 4-1

O Benfica cimentou este sábado a liderança do campeonato nacional de futsal, ao vencer o rival Sporting por 4-1, em jogo da 24.ª jornada da fase regular da competição, depois de ter estado em desvantagem no marcador.
9 de Abril de 2011 às 19:35
benfica, sporting, futsal, lisboa, campeonato
benfica, sporting, futsal, lisboa, campeonato

Joel Queirós, aos 28 e 39 minutos, Arnaldo, aos 33, e Diego Sol, aos 38, responderam ao tento inaugural de Deo, aos oito, e deram o triunfo às águias, que assim aumentam para seis os pontos de diferença para o Sporting.

Separados apenas por três pontos, com vantagem para ao líder Benfica, os dois rivais lisboetas começaram o encontro de forma muito intensa, mas com muitas picardias, obrigando os árbitros a agir disciplinarmente, o que levou mesmo à expulsão do técnico dos campeões nacionais, Orlando  Duarte. 

Os leões, segundos classificados e que ensaiavam o assalto à liderança, entraram em jogo de forma agressiva e ambiciosa, colocando-se em vantagem, ainda antes dos primeiros 10 minutos, por Deo. 

As paragens sucediam-se e, apesar da desvantagem, o Benfica mantinha-se tranquilo, mas acabaria por desperdiçar duas grandes oportunidades, ambas por Joel Queirós, que falhou dois livres de 10 metros, no espaço de poucos  minutos.

A partir desse momento, as grandes figuras passaram a ser os dois guarda-redes,  protagonizando um duelo tremendo, com grandes defesas, mas, já perto do intervalo, Bebé via Divanei atirar uma "bomba" à trave, antes de Pedro Cary rematar ao poste, na recarga. 

Ao intervalo, o técnico encarnado, Paulo Fernandes, deverá ter apelado ao brio dos seus jogadores, que apareceram transfigurados para a segunda metade, com muito maior controlo do jogo, o que levou Joel Queirós a empatar o jogo. Pouco depois, Marinho quase operava a reviravolta, em duas ocasiões, a segunda das quais num remate de "bicicleta" à trave. A ameaça alimentou o Benfica, já que o mesmo Marinho voltaria a estar em destaque, mas desta  vez oferecendo o golo a Arnaldo.  

À procura do empate, o Sporting adiantou o guarda-redes, mas Bebé esteve  intransponível, mantendo a vantagem "encarnada", que seria ampliada perto do final, por Diego Sol, que atirou para a baliza vazia.

Na sequência do terceiro tento dos campeões europeus, o leão Cardinal foi expulso, por atirar uma garrafa para a zona que acolhia adeptos benfiquistas, dificultando ainda mais a tarefa do Sporting, que sofreria novo tento do pivot Joel Queirós.

benfica sporting futsal lisboa campeonato
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)