Barra Cofina

Correio da Manhã

Desporto
9

GIL PERDE À ESPERA DE MÁRIO REIS

O Marítimo venceu ontem por 1-0 o Gil Vicente, em Barcelos, e está agora oito pontos acima da ‘linha-de-água’, e a dois de alcançar matematicamente a manutenção.
12 de Maio de 2003 às 00:00
Um golo de Gaúcho, logo aos dois minutos, garantiu uma preciosa vitória, a segunda da época fora de casa, numa semana onde foram muitos os problemas da equipa madeirense, nomeadamente algumas divergências entre a equipa técnica que vieram a público. Do lado do Gil Vicente – hoje apresenta o seu novo treinador, Mário Reis, que assim regressa ao escalão principal depois de em 2001/2002 ter comandado a U. Leiria – esta derrota significou o adeus à luta pelo quarto lugar, ocupado agora tranquilamente pelo V. Guimarães.
Os madeirenses, sem terem realizado uma grande exibição, desperdiçaram no segundo tempo várias oportunidades de golo, em perigosos contra-ataques, uma das especialidades da equipa orientada por Byshovets. Pela frente esteve um Gil Vicente pouco inspirado, que terá realizado a pior exibição da época e que, mesmo a perder durante quase todo o encontro, esboçou apenas uma reacção muito ténue, que esbarrou sempre no acerto da defesa madeirense.
Em destaque esteve Danny que ‘carregou’ a equipa insular para o ataque, assumindo-se mesmo como o melhor jogador em campo. Apesar da vitória, o Marítimo revelou grande ineficácia ofensiva, com vários jogadores madeirenses a surgiram isolados perante o guarda-redes do Gil Vicente, mas a falharem sempre o golo. Valeu então ao Marítimo o tento apontado por Gaúcho, o 15.º na SuperLiga, que deixou a formação insular mais tranquila para a ponta final do campeonato.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)