Barra Cofina

Correio da Manhã

Desporto
6

GRONHOLM E PEUGEOT COMEÇAM BEM EM MONTE CARLO

O finlandês Marcus Grönholm, em Peugeot 206 WRC, começou da melhor forma a defesa do título de campeão do mundo ao terminar a primeira etapa do Rali Monte Carlo, ontem disputada, no comando da prova de abertura da temporada de 2003.
25 de Janeiro de 2003 às 00:00
Depois de ter ganho as duas primeiras classificativas do dia, o piloto finlandês voltou a impor-se no quarto troço, deixando a discussão da segunda posição para o norueguês Petter Solberg (Subaru Impreza WRC) e para o escocês Colin McRae (Citroën Xsara WRC).

Mas mais para o final do dia foi o francês Sebastian Loeb (Citroën Xsara WRC) que levou a melhor sobre o seu companheiro de equipa, enquanto que o piloto norueguês ficava pelo caminho, ao despistar-se na quinta classificativa (Plan de Vitrolles-Faye), onde também desistiu, pelas mesmas razões, o seu companheiro de equipa, o finlandês Tommi Mäkinen.

A Subaru ficava assim sem nenhum representante neste Rali de Monte Carlo, ganho quatro vezes por Tommi Mäkinen, que saiu de estrada quando tinha cumprido somente oito dos 47,27 quilómetros da mais longa classificativa desta edição. Logo a seguir, Petter Solberg, que já havia tido um aviso no terceiro troço, com uma saída sem consequências, perdia o controlo do seu Subaru Impreza e batia contra um poste, hipotecando as suas hipóteses de continuar.

Mas este Monte Carlo começou sob a batuta de Marcus Grönholm, com Petter Solberg na sua perseguição, que logo depois era destronado por Colin McRae, que se estreava ao volante do Citroën Xsara WRC. Nas derradeiras classificativas, o piloto escocês não conseguiu resistir ao ataque do jovem Sebastian Loeb, o único dos pilotos que se manteve na equipa do “double chevron”.

Marcus Grönholm venceu três classificativas, Sebastian Loeb duas e Colin McRae uma.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)