Barra Cofina

Correio da Manhã

Desporto
8

Guarín tenta forçar a saída

Fredy Guarín quer deixar o FC Porto já em Janeiro. A revelação foi feita pelo empresário do internacional colombiano, Marcelo Ferreyra. Segundo o agente, o médio está muito descontente com a fraca utilização no onze dos dragões e sonha com a saída para Itália.
4 de Novembro de 2011 às 01:00
Guarín, à direita, não está satisfeito por não ser titular no FC Porto e quer sair
Guarín, à direita, não está satisfeito por não ser titular no FC Porto e quer sair FOTO: Manuel Araújo/Record

"A realidade é uma: o Fredy não é, nem de perto nem de longe, titular. Se há equipas interessadas, vamos ouvi-las, pois não faz sentido continuar assim. No quadro actual, é conveniente fazer uma mudança", defendeu o empresário, ouvido pela RR, e reportando-se ao interesse da Roma e do Inter, aventado pela imprensa italiana.

"Depois da época que fez, o treinador [Vítor Pereira] não conta com ele. O Fredy luta sempre para ser titular, mas nada parece ser capaz de convencer o técnico. O Fredy não sabe mais o que fazer para que o técnico confie nele", acrescentou.

Ao site calciomercato, Marcelo Ferreyra admitiu que "a mudança pode acontecer em Janeiro", embora o FC Porto "não tenha recebido ainda uma proposta formal". O agente revelou, ainda, que Guarín "adoraria jogar no Inter ou na Roma".

À margem dos desejos de Guarín, o plantel portista continua a preparar a visita ao Olhanense. O defesa Fucile, com mialgias de esforço, está em dúvida para o jogo que pode fazer esquecer a derrota europeia no reduto do Apoel.

GUARÍN FC PORTO MERCADO VÍTOR PEREIRA ITÁLIA
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)