Barra Cofina

Correio da Manhã

Desporto
8

Guedes assegura salários até Maio

Nobre Guedes assegurou ontem aos candidatos à presidência do Sporting que o clube tem dinheiro para pagar os ordenados aos jogadores até ao final da época (Maio).
11 de Março de 2011 às 00:30
Nobre Guedes (na foto com José Couceiro, esq.) explicou aos candidatos a situação financeira do Sporting
Nobre Guedes (na foto com José Couceiro, esq.) explicou aos candidatos a situação financeira do Sporting FOTO: João Miguel Rodrigues

O líder em exercício dos leões frisou que os montantes em causa (cerca de 13 milhões de euros) são provenientes da antecipação de receitas. Segundo soube o CM, em causa estão os contratos com a Portugal Telecom e com a empresa que detém os direitos televisivos até 2018.

Durante cerca de 20 minutos, Nobre Guedes revelou que o défice é de 295 milhões de euros, tal como tinha identificado Godinho Lopes.

Zeferino Boal não ficou convencido: "Os números que tenho apontam para um passivo superior a 300 milhões de euros. Estou consciente das dores de cabeça que aí vêm.

Abrantes Mendes também tem montantes diferentes dos apresentados por Nobre Guedes. "Os números do passivo de que disponho apontam para os 320 milhões de euros, entre o clube e a SAD."

Bruno de Carvalho foi o candidato que se mostrou menos preocupado. "Achei aquilo que já tinha dito várias vezes. O Sporting tem as contas em ordem até ao final da época, portanto é preciso que as pessoas tenham algum cuidado com aquilo que andam a dizer. As contas estão óptimas. Porque me haveria de preocupar?"

Já Nuno Fernandes Thomaz, ‘vice’ de Pedro Baltazar, comentou: "O próximo presidente vai ter a maior tarefa, em termos financeiros, que alguma vez teve. Quem disser o contrário não tem noção da realidade dos números. A solução passa por um presidente que tenha dinheiro e por uma equipa directiva forte."

DUQUE PROMETE REFORÇOS

Luís Duque, homem-forte para o futebol na lista de Godinho Lopes, disse ontem que vai investir em jogadores para a próxima época. "Vamos ter de gastar algum dinheiro, essencialmente em jogadores. Temos de investir. O problema é algum investimento que tem de ser feito na equipa de futebol. Já tenho jogadores em mente. Estou cá porque este é um projecto campeão, de ruptura com as derrotas e para voltar as vitórias", frisou o presidente da SAD em 1999/2000, época em que o Sporting foi campeão, quebrando assim um jejum de 18 anos. Duque recusou, depois, divulgar o nome do treinador com quem está a conversar.

Na cerimónia de apresentação do programa de Godinho Lopes, estiveram Sousa Cintra e Dias da Cunha. O candidato afirmou que o treinador é estrangeiro, mas só anunciará depois de ter o pré--acordo assinado. Adiantou, ainda que vai contratar "grandes jogadores de referência mundial".

SPORTING ASSINA ACORDO COM CÂMARA

O Sporting e a Câmara Municipal de Lisboa assinam hoje o protocolo que prevê o pagamento de 18 milhões de euros, em dinheiro, no espaço de três anos, ao abrigo de uma permuta de terrenos.

A cerimónia está marcada para as 14h30 no Salão Nobre dos Paços do Concelho e vai contar com as presenças de António Costa, presidente da autarquia e José Filipe Nobre Guedes, líder do Sporting.

Este acordo permite que o Sporting construa o pavilhão, nas imediações do Estádio de Alvalade. A assinatura do protocolo vem na sequência de um acórdão de 2008, no âmbito de um processo arbitral entre as duas partes. Inicialmente, a câmara queria pagar parte da verba em imóveis para recuperar, mas não houve acordo em relação ao valor atribuído aos prédios.

SPORTING CANDIDATOS ORDENADOS ELEIÇÕES LUÍS DUQUE NOBRE GUEDES
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)