Barra Cofina

Correio da Manhã

Desporto
7

Hino acelerado trama Naide Gomes

"Tentei cantar o hino em voz baixa, só para mim, mas tive muito dificuldade, porque o tocaram de forma muito rápida. E não deu para pensar em mais nada”, lamentou ontem a atleta que subiu ao pódio para receber a medalha de ouro conquistada no salto em comprimento nos Campeonatos da Europa de pista coberta, que ontem finalizaram em Birmingham (Inglaterra).
5 de Março de 2007 às 00:00
Naide Gomes recebeu ontem a medalha de ouro do salto em comprimento
Naide Gomes recebeu ontem a medalha de ouro do salto em comprimento FOTO: Gerry Penny, Epa
A medalha foi colocada ao peito por Jorge Salcedo, dirigente da FPA e membro do Conselho da Associação Europeia, e Naide Gomes não escondeu a emoção de ouvir ‘A Portuguesa’. “São momentos como estes que fazem valer a pena todos os sacrifícios. Os meus, de quem me acompanha diariamente nos treinos e tratamentos e até das respectivas famílias”, adiantou ainda visivelmente emocionada com o momento.
“Todas as medalhas são especiais. Esta foi pela marca, já próxima dos sete metros, pela melhor marca mundial do ano e recorde nacional”, disse a sportinguista.
PRESIDENTES FELICITAM
O Presidente da República Cavaco Silva não ficou indiferente ao êxito alcançado pela portuguesa e ontem destacou o seu “extraordinário feito desportivo”, assim como a “obtenção de novos recordes nacionais e internacionais”, que classificou de “notáveis classificações”.
Para o Presidente da República, a “dedicação e perseverança desportivas” de Naide Gomes “foram recompensadas” e contribuíram para “a projecção de Portugal enquanto nação de grandes atletas”.
Também Filipe Soares Franco, líder leonino, fez chegar uma mensagem de felicitações à atleta. “Recebi várias mensagens de amigos e do professor Moniz Pereira. Através do meu treinador, recebi também uma mensagem do presidente do Sporting”, disse a bicampeã europeia do comprimento.
Entretanto, Francis Obikwelu marcou presença em Birmingham para receber ao lado de Carolina Kluft o prémio de Melhor Atleta Europeu de 2006. Foi uma cerimónia simples, mas de grande significado para o atletismo português, pois coroou o rei da velocidade europeia.
O duplo triunfo do atleta do Sporting nos 100 e 200 metros nos campeonatos europeus ao ar livre em 2006 valeu-lhe o troféu (numa votação entre atletas, treinadores e cibernautas). O feito alcançado pelo português tinha sido a obtido pela última vez pelo lendário Pietro Mennea (Itália), há 26 anos.
CLASSIFICAÇÕES
A Grã-Bretanha dominou os Europeus ao arrecadar 10 medalhas (4 ouro/3prata/3 bronze). Portugal foi 12.º por países com o ouro de Naide.
60 METROS (M), FINAL
1.º, Jason Gardener (GB), 6,51s
2.º, Craig Pickering (GB), 6,59s
3.º, Ronald Pognon (Fra), 6,60s
1500 METROS (M), FINAL
1.º, Juan Carlos Higuero (Esp), 3m44,41s
2.º, Sergio Gallardo (Esp), 3m44,51s
3.º, Arturo Casado (Esp), 3m44,73s
3000 METROS (F), FINAL
1.ª, Lidia Chojecka (Pol), 8m43,71s
2.ª, Marta Dominguez (Esp), 8m44,40s
3.ª, Silvia Weissteiner (Ita), 8m44,81s
800 METROS (M), FINAL
1.º, Arnoud Okken (Hol), 1m47,92s
2.º, Miguel Quesada (Esp), 1m47,96s
3.º, Maurizio Bobbato (Ita), 1m48,71s
800 METROS (F), FINAL
1.ª, Oksana Zbrozehek (Rus), 1m59,23s
2.ª, Tetyana Petlyuk (Ucr), 1m59,84s
3.ª, Jolanda Ceplak (Esl), 2m00,00s
SALTO COM VARA (F), FINAL
1.ª, Svetlana Feofanova (Rus), 4,76 m
2.ª, Yuliya Golubchikova (Rus), 4,71 m
3.ª, Anna Rogowska (Pol), 4,66 m
SALTO EM ALTURA (M), FINAL
1.º, Stefan Holm (Sue), 2,34 m
2.º, Linus Thornblad (Sue), 2,32 m
3.º, Martyn Bernard (GB), 2,29 m
TRIPLO SALTO (F), FINAL
1.ª, Carlota Castrejana (Esp), 14,64m
2.ª, Olesya Bufalova (Rus), 14,50m
3.ª, Teresa Nzola Meso Ba (Fra), 14,49m
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)