Barra Cofina

Correio da Manhã

Desporto
3

Hino português no jantar final

Pela primeira vez na história da prova de Macau, foi tocado um hino nacional no jantar final da entrega dos prémios aos pilotos. Foi o português, em homenagem a António Félix da Costa, que venceu a Taça Intercontinental da Federação Internacional do Automóvel, em Fórmula 3", disse ontem, ao CM, Luiz de Freitas, presidente da Federação Portuguesa de Automobilismo e Karting (FPAK).

20 de Novembro de 2012 às 01:00
gp macau, hino, antónio félix da costa, fórmula 3
gp macau, hino, antónio félix da costa, fórmula 3

A decisão da organização do GP de Macau teve a ver com a troca do hino português, pelo sueco, quando Félix da Costa subiu ao pódio – só cerca de oito minutos depois é que ‘A Portuguesa’ foi ouvida no circuito da Guia. "Mandaram--nos um e-mail a pedir desculpa pelo erro que classificaram como técnico, depois de apresentarmos à organização da prova e à Federação Internacional do Automóvel um protesto formal pelo que aconteceu. Já demos conhecimento desse e-mail ao secretário de Estado do Desporto, Alexandre Mestre", acrescentou Luiz de Freitas.

O presidente da FPAK adiantou, ainda, que, no local do jantar, a organização do GP de Macau fez questão de montar um pódio – o que, vincou, "também sucedeu pela primeira vez na história da prova" –, onde António Félix da Costa recebeu o troféu da Fórmula 3.

gp macau hino antónio félix da costa fórmula 3
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)