Barra Cofina

Correio da Manhã

Desporto
5

Hulk a postos para o Benfica

Quatro meses para Hulk e seis para Sapunaru. Estas foram as suspensões decididas pela Comissão Disciplinar da Liga (CD), pelas agressões a stewards no túnel da Luz, após o Benfica-FC Porto (1-0, 20 de Dezembro de 2009). O avançado regressa a 20 de Abril, a tempo de jogar as três últimas partidas da Liga, incluindo a recepção às águias. No total, fica 23 jogos fora dos relvados.
20 de Fevereiro de 2010 às 00:30
Hulk joga as três últimas partidas da Liga
Hulk joga as três últimas partidas da Liga FOTO: José Moreira

As punições aplicadas – Sapunaru está cedido ao Rapid Bucareste – são menores do que a moldura (seis meses a três anos de suspensão) prevista para agressão a "intervenientes no jogo com direito de acesso ou permanência no recinto desportivo", caso dos stewards. "Levámos a cabo uma atenuação da pena porque houve um quadro geral de provocações dos assistentes de recinto a jogadores e staff do FC Porto", explicou Ricardo Costa, líder da CD.

Com esta leitura, o castigo oscilaria entre os três meses e um ano e meio. "A suspensão de quatro meses a Hulk deve-se ao facto de ser reincidente [pela expulsão em Paços de Ferreira após insultos ao árbitro] e de ter reagido de forma excessiva a provocações não insultuosas", sublinhou Ricardo Costa. Já Sapunaru agrediu dois stewards e apanhou três e cinco meses por cada uma das infracções. Em cúmulo jurídico, foi castigado em seis meses e a uma multa de 4750 euros. Hulk paga 2250 euros.

O presidente da CD considerou ainda o enquadramento disciplinar "excessivamente duro": "É um vício de desproporção. Não faz sentido que um jogador incorra numa pena mais grave por agredir um assistente de jogo ou um maqueiro do que um adversário ou um técnico."

Helton foi ilibado por a CD ter apurado que não ficou provada qualquer agressão – foi mesmo considerado um dos "apaziguadores", tal como Rui Costa e o médico Nélson Puga, do FC Porto.

O Benfica foi castigado em 1500 euros por não cumprir o "dever de manter a segurança e disciplina" no Estádio da Luz.

PORMENORES

FC PORTO RECORRE

O FC Porto vai recorrer paraa Justiça da Federação. Argumenta que os stewards não são intervenientes no jogo.

CHEFES DE FAMÍLIA

Os dragões dizem que os atletas "reagiram como qualquer bom chefe de família, depois de verbalmente provocados e fisicamente empurrados como gado."

CÂNTICOS DE BOM NATAL

O FC Porto diz que os jogadores do Benfica entoaram cânticos de "bom Natal" quando foram para os balneários da Luz.

BRASILEIRO TENTOU DAR TRÊS MURROS

Na decisão da Comissão Disciplinar lê-se que Hulk tentou dar três socos a Sandro Correia, antes de acertar um pontapé ao coordenador dos stewards. Sandro foi também vítima de um murro de Sapunaru, que de seguida "deu um salto no ar" e lhe "desferiu um pontapé com a perna direita". Depois, ainda agrediu outro steward.

Tudo começou antes do jogo, quando os assistentes colocaram entraves à circulação do staff do FC Porto junto ao balneário, exigindo constantemente identificação, até ao delegado ao jogo, Reinaldo Teles, sendo esta última situação desbloqueada por Rui Costa.

No túnel, após palavras entre o segurança dos dragões Fernando Oliveira – "tira-me a mão", "larga--me" – e Sandro Correia – "vão lá para dentro, voltem lá para cima" – a situação descambou.

"PROCESSO FOI DOS MAIS RÁPIDOS"

"Desde Outubro de 2006, este foi um dos processos mais rápidos, sem atropelar as fases processuais nem desrespeitar a defesa", garantiu ontem Ricardo Costa, lembrando que antes de chegar à CD da Liga um caso semelhante demorava em média 3 a 5 meses a resolver e que, agora, no máximo, pode chegar aos 90 dias. O CM apurou ainda que a decisão de castigar Hulk (4 meses) e Sapunaru (6 meses) e multar o Benfica (1500 euros) foi tomada por unanimidade dos cinco conselheiros da CD da Liga. O clube da Luz só 2ª feira decide se recorre para o Conselho de Justiça da Federação Portuguesa de Futebol.

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)