Barra Cofina

Correio da Manhã

Desporto
8

Insulares não querem sofrer golos cedo

Sem nada a perder e tudo a ganhar! É este o estado de espírito do Nacional, em vésperas da deslocação ao Estádio do Dragão, para enfrentar o líder FC Porto.
4 de Maio de 2007 às 00:00
Duarte Correia, adjunto dos insulares, foi quem transmitiu a mensagem, realçando que a pressão está do lado do adversário. “A única coisa que podemos dizer é que o FC Porto tem mais a perder do que o Nacional. Nós, repito, nada temos a perder. Obviamente que ainda temos uma pequena esperança em conquistar os objectivos a que nos propusemos (UEFA) e, por isso, vamos para pontuar”, disse, ontem, o adjunto de Jokanovic.
BRUNO AMARO OPERADO
E para estragar as contas do título aos portistas, Duarte Correia considera fundamental não sofrer golos na parte inicial do preparo: “Os primeiros vinte ou trinta minutos poderão ser decisivos para as pretensões do Nacional. Se não sofrermos um golo cedo teremos maiores possibilidades de conquistar um resultado positivo.”
O Nacional cumpre hoje a derradeira sessão da preparação para a contenda de amanhã, na qual não poderá contar com Bruno Amaro, que hoje é operado ao ombro, no Porto. Também de fora por lesão ficam Chainho e Rogerinho.
Os insulares chegam hoje, ao início da noite, ao Porto.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)