Barra Cofina

Correio da Manhã

Desporto
4

Jaime Pacheco deixa comando do Boavista

Jaime Pacheco, o técnico que no passado levou o Boavista à conquista do título de campeão e às meias-finais da Taça UEFA, deixou ontem, oficialmente, o comando técnico ‘axadrezado’, depois de, na véspera, ter colocado o seu lugar à disposição, logo após a derrota averbada em Coimbra (1-0), frente à Académica.
1 de Maio de 2005 às 00:00
Jaime Pacheco demitiu-se
Jaime Pacheco demitiu-se
Um comunicado ontem divulgado pela SAD boavisteira serviu para dar conta de um desenlace que muitos já esperavam. Afinal, a contestação ao treinador, na sequência de alguns resultados negativos da equipa de futebol, vinha aumentando, para desagrado de Jaime Pacheco. O plantel do Boavista deverá agora ser orientado, até final da temporada, por Pedro Barny, Bobó e Daniel Barreira, três homens da casa.
Refira-se que Jaime Pacheco, agastado com as críticas que alguns sectores lhe dirigem, ainda marcará presença no treino agendado para amanhã, mas apenas para se despedir dos jogadores que formam o plantel boavisteiro.
É que terá mesmo sido a contestação ao técnico a ditar este desfecho. Desde a volumosa derrota caseira ante o Sporting (0-4) que alguns adeptos afectos às claques atacavam Pacheco. Chegaram mesmo, em determinado momento, a escrever dizeres contra o treinador nas paredes do estádio do Bessa.
E tudo isto com a equipa do Boavista, apesar da derrota em Coimbra, a ocupar o quinto lugar na SuperLiga, um dos lugares que dá acesso à próxima edição da Taça UEFA, objectivo assumido desde o início da temporada.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)