Barra Cofina

Correio da Manhã

Desporto
5

Jair Bolsonaro quer Fórmula 1 no Rio de Janeiro já em 2020

Presidente do Brasil já tem acordo de cooperação com o governador para a construção do Autódromo de Deodoro, no Brasil.
9 de Maio de 2019 às 18:27
Jair Bolsonaro
Jair Bolsonaro, Presidente do Brasil
Jair Bolsonaro, Presidente do Brasil
Jair Bolsonaro
Jair Bolsonaro, Presidente do Brasil
Jair Bolsonaro, Presidente do Brasil
Jair Bolsonaro
Jair Bolsonaro, Presidente do Brasil
Jair Bolsonaro, Presidente do Brasil

Jair Bolsonaro, presidente do Brasil, quer levar a Fórmula 1 para o Rio de Janeiro já na próxima temporada. De acordo com o "Globo", Bolsonaro já assinou mesmo um acordo de cooperação com o governador e o presidente da câmara do Rio de Janeiro para a construção do Autódromo de Deodoro, na zona norte da Cidade Maravilhosa.

Citado pela mesma publicação, Bolsonaro referiu que o Autódromo será construído "sem nenhum dinheiro público" e que estará finalizado "em seis ou sete meses".

O "Globo" refere que a construção deste autódromo representa um investimento de 850 milhões de reais, aproximadamente 193 milhões de euros. Terá capacidade para 130 mil espectadores e será desenhado pelo alemão Hermann Tilke, responsável pelos traçados da China, Singapura, Bahrain e Rússia.

De acordo com Bolsonaro, a "permanência da F1 em São Paulo tornou-se inviável" por culpa da participação pública e da enorme dívida. Porém, importa recordar que o governo paulista tem um contracto válido com a Liberty Media, o grupo norte-americano que controla a Fórmula 1, até 2020, algo que pode atrasar em um ano a ida da F1 para o Rio.

Certo, para já, é que a última vez que o Grande Prémio do Brasil em Fórmula 1 se disputou no Rio de Janeiro foi em 1989, ainda no antigo autódromo, em Jacarepaguá, local onde actualmente fica o Parque Olímpico.

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)