Barra Cofina

Correio da Manhã

Desporto
9

Jardel encanta Jorge Jesus

Além das condições oferecidas pelo Chelsea, que convenceram Luís Filipe Vieira, também a excelente indicação deixada pelo central Jardel no jogo com o D. Aves (4-0) encorajou os dirigentes encarnados a viabilizarem a saída de David Luiz – o central pode render ao clube uma verba na ordem dos 30 milhões de euros, em dinheiro, mais o passe do médio sérvio Matic, avaliado em 5 milhões.
2 de Fevereiro de 2011 às 00:30
Ao contrário do passado recente, o Benfica evitou o centro do Porto, dando preferência a um hotel localizado em Vila Nova de Gaia.
Ao contrário do passado recente, o Benfica evitou o centro do Porto, dando preferência a um hotel localizado em Vila Nova de Gaia. FOTO: Nuno Fernandes Veiga

Segundo apurou o CM junto de fontes próximas de Jorge Jesus, o treinador dos encarnados ficou encantado com a exibição do novo reforço e, apesar de o adversário ser da Honra, viu pormenores que confirmaram as boas impressões que já tinha do ex-jogador do Olhanense. Nos bastidores, Jardel foi elogiado por técnico e presidente, que viram nele uma boa solução para colmatar a ausência de um jogador (David Luiz) que nos últimos anos marcou profundamente a massa associativa do clube da Luz.

Para já, Jardel não foi convocado para o clássico de hoje. Jesus justificou a ausência com o facto de nenhum dos novos reforços ter sido convocado, "por terem dificuldades para perceber as movimentações da equipa". O CM sabe que o técnico não quis transmitir ao jogador a ideia de facilidades e, menos ainda, retirar confiança a Sidnei, que vai formar dupla com Luisão. Aliás, após duas derrotas sofridas desde o início da temporada oficial com os dragões e a troca de galhardetes com o seu homólogo portista, o jogo psicológico será um dos factores que vão pesar no clássico. Para já, Jesus deitou água na fervura.

"Villas-Boas defende a sua entidade patronal, eu defendo da mesma forma o Benfica. Há estratégias que por vezes têm de ser analisadas. Percebo isso perfeitamente quando ele fala de mim. Vai ser um profissional que eu vou respeitar antes e depois do jogo", afirmou, frisando que não terá problemas em cumprimentar Villas-Boas.

"EQUIPA ESTÁ DETERMINADA E CONFIANTE"

- Que expectativas tem para o jogo com o FC Porto?

Jorge Jesus - Podem esperar um Benfica de acordo com aquilo que tem feito nestes últimos jogos, ou seja, determinado e confiante.

- A equipa somou a 13.ª vitória consecutiva com o D. Aves (4-0). O jogo vem na melhor altura?

- É subjectivo. O Benfica está moralizado, porque o que dá moral aos jogadores e às equipas são as vitórias, mas o FC Porto também está. Tem vindo a ganhar todos os jogos. São as duas equipas com melhor qualidade em Portugal e vai ser um bom espectáculo.

- O facto de terem perdido, por 5-0, no Dragão, para a Liga, não irá pesar no subconsciente dos jogadores?

- Isso já foi há muito tempo. São jogos diferentes e estamos muito melhor do que naquela altura [Novembro de 2010]. Tentaremos melhorar algumas situações e disputar o jogo com outra qualidade.

- Pensa que há razões para mais optimismo?

- Agora existe um conhecimento mais profundo do adversário e a equipa está com níveis de confiança mais altos. Estamos com uma dinâmica de jogo muito boa, e isso dá-nos alguma margem de confiança para disputarmos o jogo pelo jogo, de forma a alcançar um resultado positivo.

- Nuno Gomes marcou ao D. Aves...

- (...) Já não tem a velocidade e agilidade de outros anos, mas é um jogador importantíssimo em determinados jogos e dentro e fora de campo. Ele sabe quais são as minhas ideias.

O OLHAR DO ADEPTO: QUEM PODE DECIDIR O CLÁSSICO?

HERNÂNI GONÇALVES - FC PORTO

Ambas as equipas têm elementos que podem decidir a partida, como é óbvio. O FC Porto atravessa uma fase de grande robustez psíquica, apesar dos constrangimentos que são as lesões dos esquerdinos Álvaro Pereira e Emídio Rafael. A boa notícia, a verificar-se, é o regresso do goleadorFalcão. Depois há Hulk, um superjogador que tem tudo para decidiro jogo a favor do FC Porto. Acredito que os portistas têm mais argumentos para vencer no Dragão.

LEONOR PINHÃO - BENFICA

Ojogo de hoje não escapa à regra, o que o vai decidir é o número de vezes que a bola entrar nas balizas. Villas-Boas também pensa assim. É esta a justificação para o facto de ter convocado os seus três guarda-redes. No estado de ilegalidade em que o futebol português vive depois da última assembleia geral da FPF, espero que o árbitro não autorize Helton, Beto e Kieszek a jogarem todos ao mesmo tempo. Contra três guarda--redes é mesmo muito mais difícil.

BENFICA TAÇA DE PORTUGAL FC PORTO JORGE JESUS JARDEL CLÁSSICO
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)