Barra Cofina

Correio da Manhã

Desporto
5

Jesualdo Ferreira está atento a Aimar

Jesualdo Ferreira diz-se expectante sobre o que vai acontecer a Pablo Aimar, que simulou a grande penalidade que deu o terceiro golo do Benfica na goleada (6-1) sobre o Nacional.
29 de Outubro de 2009 às 15:09
Jesualdo Ferreira
Jesualdo Ferreira FOTO: João Miguel Rodrigues

Instado a relacionar o caso com exemplos passados - Lisandro López foi castigado por um mergulho frente ao Benfica (1-1) numa partida da época transacta -, o professor prefere esperar. "Na altura, o caso do Lisandro foi considerado fundamental para um quadro legal.

O que se passou no jogo do Benfica, com o Aimar, será um caso para ser tratado pelas entidades competentes. Teria de discutir bom-senso, até mesmo a forma como alguns regulamentos são interpretados. Para já, vou observar o que se vai passar. São áreas em que estamos atentos", sublinhou, esta quinta-feira, o treinador do FC Porto.

Em causa está o artigo 122 do Regulamento Disciplinar da Liga que distingue entre a simulação que causa "benefício para a sua equipa na atribuição final de pontos" da que não tem essa influência no resultado. O golo que resultou da grande penalidade sobre Aimar garantiu o 3-1 a favor do Benfica. O resultado final foi de 6-1, cabendo a interpretação à Comissão Disciplinar da Liga.

 

Sobre o futuro próximo dos dragões - recebem amanhã (20h15, RTP 1) o Belenenses -, Jesualdo Ferreira preferiu analisar os três jogos que se seguem, lembrando os impedimentos no plantel portista: "Temos 17 jogadores de campo disponíveis. Num curto espaço de tempo, o F.C. Porto irá jogar três partidas decisivas [Belenenses, em casa, APOEL e Marítimo, fora]. Admitindo a hipótese que ninguém recuperará, vou olhar para este ciclo fazendo a gestão desses activos."

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)