Barra Cofina

Correio da Manhã

Desporto
6

Jesus enfrenta polícia para defender adeptos

"Serei sempre o primeiro a defender os adeptos e os jogadores do Benfica", disse ontem Jorge Jesus, depois de ter enfrentado os polícias e os stewards que estavam a tentar prender um adepto que invadiu o campo no final do jogo com o V. Guimarães.
23 de Setembro de 2013 às 08:46
Jorge Jesus entrou no campo para socorrer adeptos do Benfica que foram impedidos pela polícia de entrar no relvado. "Só queriam uma camisola", disse o técnico para justificar o seu ato
Jorge Jesus entrou no campo para socorrer adeptos do Benfica que foram impedidos pela polícia de entrar no relvado. 'Só queriam uma camisola', disse o técnico para justificar o seu ato FOTO: Manuel Araújo

Tudo se passou quando os jogadores das águias se dirigiram aos adeptos presentes no Estádio Afonso Henriques para agradecer o apoio. Um deles acabou por entrar dentro do campo para ir buscar a camisola de um dos jogadores.

O adepto acabou por ser intercetado quando Jorge Jesus correu para tentar libertá-lo: "Tentei pedir ao segurança para deixar o jovem tranquilo, porque ele só veio buscar a camisola."

Numa fase inicial gerou-se a confusão, com os assistentes de recinto a empurrarem o técnico, que tentava soltar o adepto.

No meio da confusão, o treinador dos encarnados acabou por perder o relógio, mas recuperou-o minutos mais tarde.

Jorge Jesus acabou por ser acalmado por um dos spotters da Polícia de Segurança Pública, pelo treinador adjunto Raul José e pelo secretário técnico das águias Shéu Han.

benfica jorge jesus v. guimarães futebol polícia
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)