Barra Cofina

Correio da Manhã

Desporto
8

João Almeida reforça camisola rosa no Giro de Itália

Ciclista atacou nos metros finais e ganhou quatro segundos de bonificação.
Luís Oliveira 14 de Outubro de 2020 às 08:10
João Almeida: mais um dia na Volta a Itália com a camisola rosa
João Almeida: mais um dia na Volta a Itália com a camisola rosa FOTO: Luca Zennaro
João Almeida mantém a camisola rosa, símbolo de guia do Giro 2020, e esta terça-feira até reforçou a liderança ao ganhar quatro segundos aos seus adversários. O ciclista das Caldas da Rainha já merece o respeito dos principais candidatos à vitória da prova italiana, que esta terça-feira desferiram vários ataques, aos quais o português respondeu com mestria.

A etapa que ligou Lanciano a Tortoreto, na extensão de 177 quilómetros e com um traçado muito parecido a uma clássica, foi sempre muito mexida e viria a ser ganha pelo eslovaco Peter Sagan, da Bora-hansgrohe, um dos ciclistas mais bem pagos do mundo que não vencia qualquer etapa desde o Tour de 2019. A 19 segundos chegou Brabdon Mc Nulty e a 23 João Almeida, que liderava o grupo de favoritos e assim conseguiu ganhar quatro segundos de bonificação. Nos últimos 30 quilómetros, Almeida foi atacado por alguns dos favoritos. Wilco Kelderman e Pello Bilbao, 3º e 2º da geral tentaram deixar o português para trás mas este respondeu com valentia confirmando na estrada a vontade de se manter o máximo de dias possíveis com a ‘maglia rosa’. “A equipa fez um trabalho perfeito. No final tive ocasião de atacar e ganhei uns segundos. No geral foi um bom dia”, referiu João Almeida no final da etapa. As equipas Mitchelton-Scott e Jumbo-Visma abandonaram a prova devido à Covid-19.
Caldas da Rainha João Almeida Itália Giro desporto ciclismo português ciclista
Ver comentários