Barra Cofina

Correio da Manhã

Desporto
1

João Loureiro condenado

A decisão de não pagar ao Fisco IRC, IRS e imposto de selo entre 2001 e 2004 foi "em benefício da Boavista SAD e jamais em meu benefício pessoal", disse ontem o antigo presidente do Boavista.
8 de Fevereiro de 2011 às 00:30
João Loureiro diz-se inocente e vai recorrer da decisão
João Loureiro diz-se inocente e vai recorrer da decisão FOTO: José Coelho/Lusa

João Loureiro, acusado de lesar o Fisco em 3,4 milhões de euros, foi condenado a dois anos de prisão com pena suspensa por cinco anos pelos crimes de abuso de confiança fiscal, mas prometeu recorrer da sentença proferida pelo Tribunal de São João Novo, no Porto.

Para além do antigo presidente, também o antigo administrador da área financeira Vítor Borges foi condenado a um ano e nove meses de prisão, com pena suspensa por iguais cinco anos. E ambos ficaram obrigados ao pagamento dos montantes que estão em falta. Já Carlos Pisarra, outro ex-administrador da SAD boavisteira, e terceiro arguido no processo, foi ilibado, porque o tribunal entendeu que "não tomou qualquer decisão e não teve conhecimento" de que a SAD decidira reter dinheiros relativos a IRC, IRS e imposto de selo. A Boavista SAD foi condenada a 4500 euros de multa.

João Loureiro anunciou que vai recorrer da sentença, dizendo que "não devia ter havido nenhuma condenação". "Ficou dito pelo tribunal que eu próprio disponibilizei verbas minhas para satisfazer as necessidades da SAD e que, inclusivamente, avalizei pessoalmente diversas operações da SAD, o que, evidentemente, me prejudicou em termos económicos", reforçou.

"Vamos continuar a lutar e penso que no final deste processo serei absolvido", acrescentou João Loureiro, reafirmando, também, que as garantias que o Boavista deu na época em causa "abrangem toda a dívida e portanto não há nenhum prejuízo para o Estado".

O acórdão do tribunal refere que João Loureiro e Vítor Borges "deliberadamente omitiram" ao Fisco operações realizadas e "actuaram sempre em perfeita consciência de que estavam a infringir a lei".

joão loureiro boavista condenação
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)