Barra Cofina

Correio da Manhã

Desporto
5

João Pinto doou cinco milhões

Hélio Sousa revelou ontem em Tribunal que, em 2005, recebeu uma doação de cinco milhões de euros de João Vieira Pinto (JVP), que mais tarde devolveu.
5 de Julho de 2012 às 01:00
João Pinto  e o seu advogado Castanheira Neves (à direita)
João Pinto e o seu advogado Castanheira Neves (à direita) FOTO: Pedro Simões

O antigo futebolista frisou que o dinheiro estava no estrangeiro e que o "amigo" lhe propôs que entrasse em Portugal através dele para que não fosse detectado por Carla Baía que, na altura, estava em processo de divórcio com JVP. Observou, no entanto, que o actual director da FPF pagou os impostos da entrada do dinheiro em Portugal.

Já Luís Duque refutou a prática de "malabarismos e habilidades" para pagar remunerações, como sustentou Joaquim Evangelista, que também foi ouvido ontem. O dirigente vincou que o clube pagou direitos desportivos à empresa Goodstone (Inglaterra), que, em 2000, facturou à SAD 4,2 milhões de euros como prémio de assinatura do futebolista. JVP, Duque, José Veiga, e Rui Meireles são acusados de fraude fiscal e branqueamento de capitais. Em causa estão 700 mil dos 4,2 milhões do prémio de assinatura de JVP pelos leões, que o Ministério Público sustenta não terem sido declarados ao Fisco.

JULGAMENTO JOÃO PINTO TRIBUNAL
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)