Barra Cofina

Correio da Manhã

Desporto
3

Jogo 500 cheio de tiros ao lado

Manuel Cajuda conseguiu ontem alcançar uma marca histórica, ao cumprir o jogo 500 como treinador, mas não teve direito a festejos, já que o Olhanense saiu derrotado (1-2), em casa, pelo P. Ferreira.
17 de Março de 2013 às 01:00
A equipa-sensação do campeonato entrou em Olhão com vontade de decidir o jogo o quanto antes e aos 5' começou a desenhar a vitória, com um golo de Manuel José, após um passe errado do central Nuno Reis. Os algarvios não se deixaram abater pela desvantagem e, após três tiros ao lado da baliza de Cássio, Targino (9'), Djaniny (14') e André Micael (23'), o golo do empate acabou por ser apontado por Nuno Santos na própria baliza, num lance em que o avançado Djaniny ainda tentou tocar na bola. O tento foi dedicado ao defesa-central Maurício, que sofreu uma lesão grave na semana passada. Mas a eficácia estava toda do lado do Paços e, aos 45 minutos, o extremo-direito Manuel José fez o 2-1 e fechou o marcador.

Manuel Cajuda ainda reforçou o ataque durante a segunda parte, ao fazer entrar Evandro Brandão, Djalmir e Ivanildo. A pressão sobre a defesa dos castores aumentou, mas por mais oportunidades que tivessem (63', 71' e 73'), a bola saiu sempre ao lado ou por cima da baliza pacense.
manuel cajuda olhanense festejos treinador
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)