Barra Cofina

Correio da Manhã

Desporto
5

Jogos em casa rendem mais de 32 milhões

O FC Porto vai garantir nos próximos três anos, entre as épocas de 2005/06 e 2008/09, um encaixe de 32,25 milhões de euros pela venda dos direitos de transmissão televisiva dos jogos a realizar no Estádio do Dragão para a Liga portuguesa.
21 de Outubro de 2005 às 00:00
O contrato firmado com a Olivedesportos, de Joaquim Oliveira, foi ontem dado a conhecer à Comissão de Mercado de Valores Mobiliários, justificando que os proveitos globais de 32,25 milhões de euros correspondem à “cedência dos direitos de transmissão audiovisual dos jogos da Liga portuguesa que o FC Porto irá disputar na qualidade de equipa visitada”.
Entretanto, a equipa de Co Adriaanse começa esta manhã a preparar o jogo do próximo domingo, na Madeira, frente ao Nacional e que vai marcar o reencontro do médio defensivo Paulo Assunção com o emblema insular, já depois da estreia como titular na recente vitória sobre o Inter de Milão para a Liga dos Campeões. “Jogar na Madeira é muito difícil. Mas o FC Porto é uma equipa de ‘top’, um clube que quer ser campeão e em qualquer campo tem de jogar bem para ganhar. Vamos dar tudo para sair da Madeira com a vitória”, prometeu o brasileiro, que quer continuar a merecer a confiança de Co Adriaanse.
Frente ao Nacional, o técnico do FC Porto não vai poder contar com o castigado Bruno Alves, nem com os lesionados Hélton e Sokota. A dois dias do confronto com o Nacional, subsistem as dúvidas quanto à utilização ou não do extremo Ricardo Quaresma, que foi substituído nos últimos minutos do jogo com o Inter de Milão devido a uma lesão na coxa esquerda.
Ver comentários