Barra Cofina

Correio da Manhã

Desporto
5

Jorge Jesus: "Markovic foi disciplinado"

Técnico alerta para o valor do PAOK, que diz estar a ser posto em causa, e garante que só um Benfica igual ao do 1.º jogo pode seguir em frente.
27 de Fevereiro de 2014 às 08:30
Jorge Jesus esteve à conversa com os jogadores no relvado do Estádio da Luz ontem à tarde
Jorge Jesus esteve à conversa com os jogadores no relvado do Estádio da Luz ontem à tarde FOTO: Paulo Calado

Jorge Jesus explicou, ontem, o que está por trás da súbita explosão de Lazar Markovic, que tem oferecido aos adeptos das águias boas exibições e golos de antologia, como se viu frente ao Vitória de Guimarães. "Lazar adquiriu disciplina tática. Quando chegou, não respeitava a ideia de equipa e o Benfica não depende de qualquer jogador. Primeiro estão os interesses coletivos e só depois pode haver liberdade para as explosões individuais", ressalvou o técnico, justificando também as exibições irregulares do internacional sérvio, de 19 anos, no início da época.

Vincando sempre a prioridade do coletivo sobre o interesse individual, Jesus deixou o aviso aos seus pupilos: "Todos os jogadores que trabalham comigo sabem perfeitamente que primeiro está a ideia de equipa. Há vários momentos do jogo, mas é obrigatório definir dois deles: quando tens bola e quando não a tens, quando atacas e quando defendes. Os meus jogadores têm de perceber o que se faz dentro de campo e quem não corresponder terá menos possibilidades de jogar", reforçou.

Segundo o técnico, só depois de cumpridas estas premissas poderá haver lugar para brilharetes individuais: "Gosto que tenham criatividade individual, mas sem perderem de vista que devem sempre trabalhar para o coletivo. É o que Markovic está a fazer agora. Quando chegou não o fazia, portanto não jogava muito."

A apreciação do técnico a Markovic, e à equipa em geral, foi feita à margem da antevisão do jogo com o PAOK esta noite na Luz (SIC, 20h05).

"Face ao resultado de Salónica, acredito que o treinador do PAOK vai arriscar mais. Vamos defrontar uma equipa experiente, a maioria dos jogadores são da seleção grega. Estão a pôr em causa o valor do PAOK, mas temos de estar ao nível do que fizemos na Grécia para passar a eliminatória", previu Jesus.

Relvado levou Jesus a dar raspanete  

Orelvado do Estádio da Luz continua a provocar descontentamento entre os jogadores e equipa técnica. Ontem, Jorge Jesus fez questão de transmitir essa ideia a um dos tratadores de relva. O treinador já tinha ficado muito desagradado com o estado do tapete verde na vitória com o V. Guimarães (1-0), nomeadamente pela irregularidade da relva.

A chuva intensa das últimas semanas não tem ajudado à consolidação do relvado, que foi substituído no final do ano passado.

Prodígio sérvio baralha contas de Jesus com regresso de Salvio

Salvio está recuperado da intervençãocirúrgicaaquefoi submetido aos ligamentos cruzadosdojoelhodireito,em agosto, e está de volta aos relvados para reassumir a titularidade na posição de médio-ala-direito. O problema é que entre a lesão e o regresso apareceu Lazar Markovic, jogador de apenas 19 anos, mas com futebol muito adulto e já considerado uma das figuras da equipa.

Na Luz, ninguém arrisca a saída do avançado sérvio do onze inicial,masosdirigentestêm consciência de que Salvio não é jogador para ficar no banco.
Segundo apurou o CM, o argentino teve um pé no Zenit antes da lesão, negócio que teria rendido à SAD 40 milhões de euros.

OCorreio da Manhã sabe que Jesus perspetiva utilizar muitas vezesosérvionomeio,como apoio a Rodrigo, já que Gaitán é intocável na esquerda. Contudo, isso implicará sacrificar Lima, umdosgoleadoresdaequipa, semesquecerÓscarCardozo, que tenta recuperar de problemas físicos.

Jorge Jesus Benfica Markovic PAOK Liga Europa treinador Luz
Ver comentários