Barra Cofina

Correio da Manhã

Desporto
3

Jorge Jesus: "Temos responsabilidade de ganhar"

Benfica desloca-se a Vila do Conde, na quarta jornada da Liga. Técnico das águias espera dificuldades frente ao Rio Ave.
Sara Guterres 18 de Outubro de 2020 às 09:35
Jorge Jesus
Jorge Jesus FOTO: josé gageiro/movephoto
"Esperamos o Benfica que tem sido nestas três jornadas: uma equipa dominante, à procura do golo e da vitória. Estamos cientes de que vamos encontrar jogos difíceis e este está nesse patamar. [O Rio Ave] vai disputar este jogo com muita qualidade.” Foi desta forma que Jorge Jesus fez este sábado a antevisão do jogo de domingo com o Rio Ave, às 20h00, em Vila do Conde.

O técnico do Benfica mostrou-se ainda “indiferente” ao desfecho dos outros jogos da quarta jornada da Liga, referindo-se ao clássico entre o Sporting e o FC Porto (ver páginas 4 e 5): “Qualquer equipa pode ser ‘ajudada’ por terceiros. Queremos jogar para ganhar em Vila do Conde, queremos somar os três pontos. Temos essa responsabilidade, objetividade, crença e confiança. Tudo o que é paralelo, não tem interesse. Podemos beneficiar de um ou outro resultado.”

Naquela que foi a primeira conferência após o fecho do mercado de transferências, Jorge Jesus fez um balanço. “Nunca ficamos satisfeitos, porque um treinador quer sempre mais. O Benfica fez todos os possíveis para satisfazer os interesses da equipa. Vamos encarar este campeonato com os jogadores que temos e estamos satisfeitos com as contratações que fizemos”, assegurou.

Questionado pelo CM/CMTV sobre Lucas Veríssimo, o treinador dos encarnados recusou confirmar se há ou não um pré-acordo com o jogador: “Sempre esteve na nossa agenda. Ele, neste momento, não faz parte do Benfica e tenho de pensar nos jogadores disponíveis para o jogo com o Rio Ave. Na altura de pensar no Lucas Veríssimo, logo pensaremos. É um excelente jogador e sempre fiz força para fazer parte dos planos do Benfica. Agora, quando? Não sei.”

O central brasileiro de 25 anos, atualmente ao serviço do Santos, encaixa no perfil definido por Jesus e poderá reforçar a equipa do clube da Luz em janeiro.

"Queremos manter qualidade"
"O facto de ainda não termos perdido dá-nos algum conforto, mas não dá felicidade. Enquanto equipa, queremos ganhar. Se não existirem vitórias a vida de um treinador é sempre complicada. Não perdemos, mas queremos ganhar", disse este sábado Mário Silva, treinador do Rio Ave, na antevisão da receção aos encarnados.

O técnico dos vila-condenses reconheceu que Jorge Jesus é "uma das referências de treinador do futebol português", mas garantiu que isso não afetará a ambição do Rio Ave: "Já jogámos contra diferentes adversários e sempre nos mostrámos uma equipa competitiva. Queremos continuar a manter isso, fazer um jogo de qualidade e sermos eficazes na vertente ofensiva e defensiva. A nossa ideia tem de estar bem vincada, aplicando dinâmica e princípios de jogo para superar o Benfica."

O jogo entre o Rio Ave e a equipa da Luz terá arbitragem de João Pinheiro, da Associação de Futebol de Braga.

"Estava sem competição"
“[O Todibo] é um miúdo que estava sem competição. Já é difícil chegarmos a um clube e adaptarmo-nos; torna-se mais complicado quando estamos sem competição”, afirmou o técnico dos encarnados.


Vertonghen volta a ser convocado
Jan Vertonghen está de regresso às opções do Benfica. “Deu-nos indicações muito positivas, treinou com máscara. Se a equipa técnica o quiser lançar, ele está disponível”, disse este sábado Jorge Jesus. O defesa-central, de 33 anos, estava a contas com uma fratura do malar. Também Diogo Gonçalves, que tinha ficado de fora das opções para o jogo com o Farense [que o Benfica venceu por 3-2], está de volta. Em sentido inverso, Ferro falha a deslocação a Vila do Conde.

Ferreyra "não faz parte dos planos"
”[Ferreyra] é um ativo do Benfica, mas não faz parte dos planos. Com o respeito profissional que tenho por um atleta – eu também já fui jogador –, não o ia deixar treinar à parte dos outros”, explicou Jorge Jesus.
Ver comentários