Barra Cofina

Correio da Manhã

Desporto
1

José Veiga admite ter mentido

“Menti quando fui ouvido no Tribunal de Instrução Criminal (TIC) porque tinha sido detido”, disse ontem José Veiga, durante a sétima sessão do julgamento do caso João Vieira Pinto, no Campus de Justiça, em Lisboa.

26 de Junho de 2012 às 01:00
José Veiga no Campus de Justiça, em Lisboa
José Veiga no Campus de Justiça, em Lisboa FOTO: Pedro Simões

Interrogado no TIC sobre a transferência de João Vieira Pinto para o Sporting, em 2000, Veiga negou ter qualquer ligação à empresa Goodstone. Mas ontem, diante um colectivo de juízes, o empresário disse ter realizado "duas ou três operações comerciais" com a empresa.

A empresa inglesa Goodstone foi utilizada pelo Sporting nos pagamentos a João Vieira Pinto de forma a evitar pagar impostos em Portugal (mais elevados do que na Inglaterra).

O ex-jogador, o empresário, o responsável da SAD leonina Luís Duque (à altura presidente, agora vice-presidente) e Rui Meireles (antigo responsável financeiro) são acusados pelo Ministério Público de fraude fiscal e branqueamento de capitais. O Ministério Público exige uma compensação de cerca de 700 mil euros aos arguidos.

JOSÉ VEIGA JOÃO PINTO JULGAMENTO TRIBUNAL
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)