Barra Cofina

Correio da Manhã

Desporto
2

Juiz Duarte Gomes teve nota negativa

Mão de André Almeida no minuto 108 do prolongamento passou em claro ao árbitro de Lisboa
14 de Novembro de 2013 às 14:02
Duarte Gomes mostrou o cartão vermelho a Marcos Rojo (dir.) no último Benfica-Sporting (4-3)
Duarte Gomes mostrou o cartão vermelho a Marcos Rojo (dir.) no último Benfica-Sporting (4-3) FOTO: Paulo Calado
Duarte Gomes teve nota negativa no dérbi de sábado, no Estádio da Luz, em que o Benfica eliminou (4-3, após prolongamento) o Sporting, na Taça de Portugal, apurou o CM junto de fonte da Federação Portuguesa de Futebol. De acordo com informações recolhidas ontem, o observador Natálio Silva, do Algarve, terá dado ao juiz de Lisboa uma nota inferior a 2,9 - a graduação vai de 1 a 5 e 3 é o limite do positivo.

Segundo outras fontes, que conhecem bem as regras federativas impostas aos observadores dos jogos, se um árbitro errar ao não marcar uma grande penalidade, a nota terá o limite máximo de 2,6.

Os leões acusam o juiz de Lisboa de ter perdoado duas grandes penalidades ao Benfica (pontapé de Luisão a Montero aos 53' e mão na área de André Almeida aos 108'). O técnico Leonardo Jardim chegou mesmo a dizer, após o jogo da Luz, que Duarte Gomes "teve influência no resultado." "Toda a gente em causa viu que houve dois penáltis", vincou.

O CM soube, no entanto, que o árbitro internacional apenas terá sido penalizado no lance em que André Almeida terá tocado na bola com o braço direito, na área dos encarnados.

"Pela posição que tinha no campo, o que se pode ver através das imagens televisivas, Duarte Gomes não terá visto, pois é uma das zonas do campo chamadas de ângulos mortos. Mas isso não serve de atenuante", disse ao CM um observador, que pediu para não ser identificado.
dérbi Benfica Sporting penálti árbitro Duarte Gomes assinalado
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)