Barra Cofina

Correio da Manhã

Desporto
8

Kaká: “Mourinho tinha tudo para me matar”

“Só posso falar bem de José Mourinho. Tinha tudo para me matar, mas ajudou-me”, afirmou Kaká, médio do Real Madrid, numa entrevista que passou esta sexta-feira no canal do clube espanhol. “O que me motiva a treinar melhor é o sonho de jogar nesta equipa. Todos queremos ganhar, mas quero desfrutar a jogar”, acrescentou.
7 de Outubro de 2011 às 09:19
Kaká, Real Madrid, Mourinho, Ricardo Carvalho

O médio de 29 anos admitiu que chorou várias vezes, porque não entendia o porque das coisas não estarem a sair bem nas duas primeiras épocas nos 'blancos'. "Sempre procurei ter um perfil clássico de atleta. Dormir bem, cuidar-me, mas as coisas não estava a sair como queria. Houve treinos em que estive um desastre, sentia que era um robô em campo", afirmou.

Nesta temporada, o brasileiro já esteve presente em oito partidas e marcou dois golos numa época que tem somado exibições de bom nível. "Estou a disfrutar outra vez do futebol. Antes o campo era muito grande, via tudo difícil e não era um criador de jogo. Agora voltei a sê-lo", admitiu Kaká.      

"Há um ambiente muito bom no Real. Dou-me bastante bem com o Ricardo Carvalho, mas isso não quer dizer que não me dê bem com os espanhóis. Há jogadores que são mais próximos que outros, mas no geral é tudo genial, pois existe um grande respeito", ressalvou o médio 'merengue'. 

Kaká Real Madrid Mourinho Ricardo Carvalho
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)