Barra Cofina

Correio da Manhã

Desporto
3

Kléber anima Dragão

O brasileiro Kléber animou o Dragão e empurrou o FC Porto para uma goleada (3-0), proporcionando um belo final de festa aos sócios do clube, em dia de apresentação oficial. Os dragões, sem forçarem muito, foram claramente superiores aos rivais sul-americanos.
25 de Julho de 2011 às 00:30
Kléber deu muito trabalho à defesa do Peñarol
Kléber deu muito trabalho à defesa do Peñarol FOTO: Estela Silva/Lusa

Sem Falcão na Supertaça, o FC Porto caçará com Kléber? O avançado ex-Marítimo disse, outra vez, que "sim". Voltou a agitar, a driblar, a partir para cima dos adversários e, naturalmente, a provocar golos. Foi ele que abriu, indirectamente, o marcador, tendo atrapalhado o defesa Rodríguez e o guarda-redes do Peñarol, que tinha acabado de defender uma ‘bomba’ de Hulk. Além do lance do golo, Kléber não parou um minuto e levou ao desespero os defesas uruguaios. Nos desequilíbrios, chegou a fazer concorrência a Hulk e ainda rematou aos ferros. O ‘Incrível’ não deixou, no entanto, de mostrar o génio que lhe é reconhecido. Numa arrancada, foi travado em zona proibida e pôde dilatar a vantagem portista, numa altura em que o adversário já mostrava alguma ousadia, embora sem arte para incomodar realmente a defesa do FC Porto.

Com as substituições, o jogo tornou-se previsível, até que Kelvin mudou tudo. Numa iniciativa individual, o avançado de 18 anos inventou um cruzamento notável na esquerda, oferecendo o golo a Walter, que conseguiu orientar-se numa confusão de homens, na área. O jogo também mostrou que o médio Souza tem argumentos para fazer de Fernando.

FUCILE  PODE SAIR A PREÇO DE SALDO

O FC Porto está disposto a negociar Fucile por números muito abaixo da cláusula de rescisão (20 milhões de euros). Segundo a imprensa italiana, os dragões pediram sete milhões à Roma, clube que tem seguido o uruguaio nas últimas semanas e que quer reforçar a ala direita da sua defesa.

A inesperada ausência de Fucile (26 anos) na Copa América baixou o preço de mercado do jogador.

REFORÇOS

BRACALI

POSITIVO: Sempre atento ao jogo, ainda que a bola tenha andado longe da sua baliza.

NEGATIVO: Ainda não mostra autoridade na comunicação com os colegas. De resto, nada a assinalar.

CHRISTIAN ATSU

POSITIVO: Lutador, ‘raçudo’ e rápido, o extremo ganês ex-júnior entrou bem na partida.

NEGATIVO: Alguma imaturidade e nervosismo, principalmente no momento de fazer o último passe.

DJALMA

POSITIVO: Integrou--se bem nas manobras de ataque do FC Porto. Rápido de processos e de raciocínio.

NEGATIVO: Apesar do esforço, ainda não está perto da acutilância ofensiva que o notabilizou no Marítimo.

KELVIN

POSITIVO: Técnica notável, muita garra e espontaneidade. Cruzou para a área e ofereceu um golo a Walter.

NEGATIVO: Não revelou pontos negativos neste encontro frente aos uruguaios do Peñarol de Montevideu.

KLÉBER

POSITIVO: Foi a figura enquanto esteve em campo. Ajudou a abrir marcador e ainda acertou no poste.

NEGATIVO: Algum egoísmo, por conta da ânsia de participar em todas as jogadas do ataque dos dragões.

FC PORTO PEÑAROL KLÉBER APRESENTAÇÃO
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)