Barra Cofina

Correio da Manhã

Desporto
6

Lagos salva Estoril SAD

A solução sugerida pela administração da SAD na passada sexta-feira e entretanto vetada por José Veiga (que directa ou indirectamente controla 80 por cento das acções da sociedade), acabou por se impor como única alternativa viável à sobrevivência do futebol profissional do Estoril. Trata-se de um acordo com um “investidor desconhecido” (há mesmo uma cláusula de confidencialidade no negócio), mas que segundo o CM apurou é o empresário João Lagos.
10 de Janeiro de 2006 às 00:00
Uma fonte próxima do homem que organizou a partida do Dacar de Lisboa rejeita que se empregue o termo investidor para classificar a intervenção de Lagos neste processo, revelando que a marca Estoril (relembre-se que é organizador do Estoril Open) “não lhe é indiferente”.
António Figueiredo e Manuel Alves, administradores da SAD (que vão cessar funções), negociaram durante a passada semana os termos deste acordo, mas na sexta-feira as suas intenções foram travadas por José Veiga, que na qualidade de accionista maioritário disse não ao negócio e prometeu ele mesmo arranjar um investidor, além de colocar 14 mil euros nas mãos dos jogadores, verba que garantiu a presença da equipa no jogo com o D. Aves.
Para a manhã de ontem, Veiga prometeu então fazer chegar à Amoreira os seus investidores, o que não veio a acontecer. Os jogadores compareceram nas instalações desportivas do clube, mas perceberam que a promessa de Veiga foi em vão. O cenário da insolvência da SAD voltava a parecer inevitável.
Contudo, e culminando mais um volte-face no processo, a administração da SAD pediu mais algumas horas aos jogadores, ao início da tarde. Ao princípio da noite, António Figueiredo anunciou a continuidade do futebol do Estoril, reiterou que esta administração vai sair e será o grupo financeiro que irá tomar conta dos destinos da SAD a proceder, dentro em breve, à nomeação de uma nova administração.
Advogados do novo investidor e das empresas detidas comparticipadas por José Veiga vão agora fazer reuniões para ultimar os contornos da venda das acções do actual Director-Geral do futebol do Benfica.
MARCO PAULO JOGA E TREINA
A saída do anterior técnico (Daúto Faquirá) no final da semana passada deixou os ‘canarinhos’ sem treinador. A situação vai ser ultrapassada com a passagem de Marco Paulo, capitão de equipa, a treinador-jogador, já a partir de amanhã, em Guimarães. No que diz respeito aos pagamentos, foram ontem emitidos cheques referentes ao pagamento de um mês de vencimentos.
Até amanhã existe o compromisso de ser paga mais uma parte das verbas em atraso e até final do mês é intenção do novo investidor solver todas as dívidas para com os jogadores. Da mesma maneira, António Figueiredo anunciou que os novos investidores querem desbloquear junto da Liga todos os processos (por dívidas) que impedem a inscrição de novos jogadores.
ECOS DA CRISE
JOGO AMANHÃ
O próximo jogo do Estoril-Praia é já amanhã, em Guimarães, referente à Taça de Portugal. A equipa de futebol irá apresentar a mesma equipa que no passado sábado jogou com o Aves.
JUNIORES
O Estoril espera inscrever 2 ou 3 juniores para fazer face às inúmeras rescisões de jogadores e assim apresentar soluções no banco para o próximo jogo da Liga de Honra.
MORENO
O médio Vítor Moreno, que decidiu avançar para a rescisão, fez ontem o primeiro treino no V. Guimarães, com quem fez um acordo até final da época com mais dois de opção.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)