Barra Cofina

Correio da Manhã

Desporto
6

LÁGRIMAS E ESPERANÇA NO ADEUS

Não foram 100 mil, como pediam os responsáveis benfiquistas, mas eram certamente perto de 70 mil os adeptos que ontem assitiram à ‘morte’ do velho Estádio da Luz. Houve música, emoção, novidades e houve...
23 de Março de 2003 às 01:31
Eusébio. O ‘king’ deu o simbólico pontapé de saída para o encontro das velhas glórias que assinalou o início das festividades e logo aí deixou cair lágrimas. "Choro sempre. Chorei quando aqui entrei pela primeira vez e choro na hora da despedida. É uma grande emoção. É mais forte do que eu", desabafou. Mais tarde, Eusébio, subiu ao enorme palco montado atrás da baliza, onde actuaram Paulo Gonzo e Daniela Mercury, e recebeu o carinho da multidão.
Já Vilarinho, que subiu ao palco para discursar, foi recebido com assobios. Mas depois de falar sairia debaixo de aplausos. O presidente do Benfica agradeceu a todos os responsáveis pelas conquistas dos ‘encarnados’ e vaticinou novas vitórias para o futuro. Mais tarde, seria a vez de Luís Filipe Vieira subir ao palco e avançar com a grande novidade da noite. Vieira prometeu que no novo estádio se vai “reviver as glórias do passado”, o público começou a cantar o nome de Rui Costa e o apresentador de serviço perguntou-lhe se era possível a vinda de Rui. O líder da SAD afirmou: “Se todos os benfiquistas vierem atrás, poderá ser uma realidade”. O estádio quase vinha abaixo.
Mas vamos por partes. Quando o jogo acabou, os jogadores do Benfica ficaram no relvado para um último adeus, e, juntamente com Eusébio, Coluna e Cruz, saudaram os adeptos. Meia hora depois do apito final de Benquerença, os adeptos começaram calmamente a entrar para o relvado para a festa rija que se seguiria. Muitos dos que assistiram ao encontro foram para casa, mas muitos outros chegaram só para a festa. Arrancar relva, jogar à bola, rebolar pelo relvado e tirar fotos eram então as actividades preferidas. Gradualmente as pessoas foram-se aproximando do palco e a festa começou com 45 minutos de atraso. O guarda-redes Moreira apresentou Lena D'Água e o Maestro Vitorino de Almeida, que interpretaram o poema de Joaquim Pessoa ‘Seis Milhões de Vozes’. Depois cantou Paulo Gonzo e a seguir os dois ecrãs montados ao lado do palco exibiram um vídeo sobre os presidentes que ‘reinaram’ na Luz. Ferreira Bogalho foi, aplaudido, Manuel Damásio assobiado e Vale e Azevedo... esquecido. Passou-se de Damásio para Vilarinho perante a gargalhada geral.
Seguiu-se um dos momentos altos, quando Cruz, José Augusto e Mário Coluna subiram ao palco com as duas Taças dos Campeões Europeus conquistadas pelo Benfica. José Augusto pediu um momento de silêncio em memória dos jogadores do Benfica já falecidos, como Santana e José Águas, levando muitos adeptos às lágrimas.
Depois veio mais música, com os Dazzling Dizzy, momento em que milhares optaram por ir embora. Devido aos atrasos, Daniela Mercury entrou muito tarde e já só estavam cerca de 20 mil adeptos na Luz.

CHALANA MARCOU NO ADEUS
Fernando Chalana quis despedir-se em beleza de um palco que tantas vezes deliciou e, no jogo das ex-estrelas benfiquistas, foi o autor do tento solitário que serviu para dar inicio aos festejos que marcaram todo o dia de ontem no Estádio da Luz.
Presentes estiveram também nomes como Bento, José Henriques, Nené, Shéu, Veloso, José Augusto, Chiquinho, Reinaldo, António Bastos Lopes, Rachão e Pietra, para além de Dimas e Pacheco, este último muito assobiado por aqueles que não esqueceram a sua transferência para o Sporting.
John Mortimore, treinador inglês que levou o Benfica a várias conquistas na década de 80, Fernando Riera, antigo técnico do Real Madrid, e Gento, ex-futebolista "merengue", também fizeram questão de estar presentes no "Monumental Adeus" ao Estádio da Luz.

RECORDAÇÃO
Foram muitos os sócios e adeptos que não resistiram a levar uma última lembrança. Muitas cadeiras foram arrancadas das bancadas e a relva do centro do relvado foi acesamente disputada.

LÁGRIMAS
Uma das presenças mais marcantes nesta festa de despedida foi a de Mário Coluna. O ‘grande capitão’ benfiquista não resistiu a tanta emoção e chorou.

RETRATO
Antigas glórias e personalidades ligadas ao Benfica não perderam a oportunidade para confraternizar na Luz.

MARIANA
Simão fez-se acompanhar pela filha Mariana. Antes da despedida no relvado e do golo histórico, já o extremo ostentava o seu grande orgulho, a sua luz.

COMPRAR RELVA? HÁTANTA À BORLA
O jogo acabou e de imediato uma brigada entrou para o relvado e começou a retalhar a relva aos quadrados para os adeptos a comprarem a seis euros o pedaço. Mas o negócio não correu lá muito bem porque as pessoas preferiam arrancar elas próprias o seu pedaço de relvado. “Comprar relva? Há aqui tanta à borla”, desabafou um adepto.

ESPAÇO PARA FOTOS PERSONALIZADAS
Na despedida da Luz, o Benfica montou um espaço foto-adepto onde, por uma quantia entre os 15 e os 60 euros, os adeptos puderam adquirir fotografias da equipa, do estádio e fotos personalizadas.

PAI A ABRIR...FILHO A FECHAR
O filho do primeiro pára-quedista português que aterrou no Estádio da Luz, em 1971, foi ontem, o último dos cinco pára-quedistas que se juntaram à festa, a pousar no relvado do estádio antes do jogo.

QUARTO ANEL ESTÁ FECHADO
No dia em que se disputou o último jogo no velho estádio, o quarto anel do futuro Estádio da Luz ficou completo, informou João Malheiro. A estrutura do novo recinto ficou assim concluída e segue-se a fase de acabamentos. O estádio estará pronto em Setembro e até lá o Benfica disputa os jogos em casa no Estádio Nacional.

ASSALTO ÀS CADEIRAS
Assim que o jogo com o Santa Clara acabou, centenas de adeptos começaram a arrancar as cadeiras do estádio para ficarem com uma recordação da ‘velha’ Luz. Já cá fora do recinto, entre os que não ficaram para a festa, era vê-los com as cadeiras debaixo do braço.

FERNANDO SEARA ENTRE A IMPRENSA
Fernando Seara, presidente da Câmara Municipal de Sintra e conhecido adepto do Benfica, assistiu ao jogo na bancada de Imprensa, ao lado do ‘CM’. Sofreu a bom sofrer e não escondeu a emoção. “Este estádio vai deixar saudades a todos os benfiquistas”, disse.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)