Barra Cofina

Correio da Manhã

Desporto
9

Lance foi mal ajuizado

Filipe Soares Franco, presidente do Sporting, considerou que o árbitro Pedro Proença “influenciou indirectamente” na derrota dos leões frente ao FC Porto por este ter avaliado como um atraso a bola que saiu de Polga na direcção de Stojkovic, dando origem a um livre dentro da área, transformado em golo por Raul Meireles.
29 de Agosto de 2007 às 00:00
Soares Franco atacou Proença e defendeu Stojkovic
Soares Franco atacou Proença e defendeu Stojkovic FOTO: Sérgio Lemos
“Quando um lance é mal ajuizado e dá origem a um golo, podemos dizer que, não directamente mas indirectamente, acaba por ter influência no resultado”, expressou Soares Franco, sem beliscar o adversário. “Não quero questionar com isto a vitória do FC Porto” esclareceu.
Ainda assim, Soares Franco não evitou mais uma crítica a Pedro Proença. “A lei e o regulamento são claros e específicos e, com alguma mágoa, vi ontem os comentários que o próprio árbitro, Pedro Proença, fez ao lance, dizendo que a lei é muito clara, inequívoca e objectiva. A lei é tudo menos objectiva. Clara é, na medida em que diz que tem de haver o propósito do jogador passar a bola ao guarda-redes. Mas isso fica sempre dentro da subjectividade de um árbitro”, reforçando a ideia de que o lisboeta analisou mal a intenção de Polga em fazer chegar a bola a Stojkovic. “Parece-me mal ajuizado”.
O presidente do Sporting não recriminou Stojkovic por ter agarrado a bola. Antes elogiou o sérvio. “É um enorme e fantástico guarda-redes, que tem a confiança de todo o plantel, de Paulo Bento e solidariedade de toda a equipa, de toda a Direcção e administração da SAD”.
Soares Franco não alinha na ideia de que Paulo Bento crucificou Stojkovic, ao dizer que os erros “se pagam caro” e que o árbitro teve uma “boa arbitragem, sem influência no resultado”.
“É uma questão que não se põe. Sei aquilo que o Paulo Bento sente e transmite regularmente a toda a equipa”, reiterando a admiração pelo treinador e equipa. ”Continuo muito orgulhoso de toda a equipa técnica que o Sporting tem, de todo o plantel e da forma briosa como o Sporting lutou em campo, muito embora toda a gente reconheça que os primeiros 30 minutos não foram os que o Sporting queria”.
O presidente leonino abordou ainda e mais uma vez a questão dos terrenos do Sporting e do loteamento, travada pela Câmara e que ainda está num impasse. ”O assunto está a ser tratado, foi falado com a Câmara Municipal de Lisboa e esperamos ter uma solução a muito curto prazo”.
JOGO COM REAL MADRID CANCELADO
O jogo agendado para esta noite entre o Sporting e o Real Madrid, para o Troféu Santiago Bernabéu foi cancelado pela Federação Espanhola de Futebol, devido à morte de Antonio Puerta, jogador do Sevilha. Filipe Soares Franco não passou ao lado do triste acontecimento. “Já enderecei os pêsames ao presidente do Sevilha. É com muita mágoa e pesar que se assiste a uma tragédia desta dimensão”, compreendendo e aceitando a decisão de cancelar o encontro. “O jogo teria de ser adiado e foi muito bem adiado”.
Assim, o Sporting vai treinar hoje de manhã, continuando a preparação para o jogo frente ao Belenenses, no domingo. Relativamente ao plantel, Soares Franco garantiu que não entra mais ninguém. “Dou o plantel por fechado. Não queremos mais nenhum jogador”, assegurou, deixando a entender que o grupo está fechado. “Não está nos nossos propósitos dispensar ninguém.”
Amanhã realiza-se o sorteio para a fase de grupos da Liga dos Campeões e o presidente já sabe o que gostaria de enfrentar. “Quero ter um grupo ligeiramente mais acessível do que no ano passado. Queremos forçosamente e com grande ambição passar a fase de grupos”, indicou.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)