Barra Cofina

Correio da Manhã

Desporto
8

LaShawn Merritt suspenso por querer aumentar pénis

O atleta olímpico norte-americano de 23 anos, LaShawn Merritt, poderá ficar suspenso até dois anos, por ter obtido resultados positivos nos testes antidoping, após ter administrado um fármaco para melhorar o seu desempenho sexual e aumentar o seu pénis.
23 de Abril de 2010 às 12:20
LaShawn Merritt
LaShawn Merritt FOTO: Agência

O medicamento, chamado ExtenZe, contem dois esteróides proibidos pelo Comité Olímpico Internacional, o DHEA (dehidroepiandrosterona) e a pregnenolona, explica o jornal espanhol '20 minutos'.

Merritt já se desculpou publicamente pelo sucedido: “Saber que o teste deu positivo como resultado de um produto que usei por razões pessoais é muito difícil de aceitar. Eu espero que os meus patrocinadores, família, amigos e o próprio desporto me perdoem por cometer um erro tão tonto, imaturo e egoísta”.

O atleta, que se auto-proclama como sempre tendo sido um “forte defensor das competições limpas”, referiu ainda que “qualquer penalização que eu receba pela minha acção não fará desaparecer a vergonha e humilhação que sinto por dentro”.

LaShawn conquistou as medalhas de ouro nas provas masculinas de 400 metros e estafetas dos 400 metros nas Olímpicos de Pequim' 2008 e caso a medida de suspensão da agência estenda por período de dois anos, o atleta já não poderá competir nos nas provas de 2012 em Londres.

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)